09 de agosto de 2022
Destaque 2

Bahia endurece Lockdown durante o final de semana

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Estado da Bahia decretou medidas mais duras para conter a disseminação da Covid-19, com suspensão de atividades não essenciais à vida humana, que não estejam relacionadas à saúde pública e alimentação, a partir desta sexta-feira (26) até a próxima segunda-feira (1). O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa (PT), nesta quinta-feira (25), por meio de live em seu perfil no Twitter.

A medida se dá, conforme o governador, por conta do aumento de casos da doença e alta demanda nas unidades de saúde do Estado. “Estamos aqui para anunciar um conjunto de novas medidas que visam conter o avanço da doença, o avanço da contaminação, que apesar dos esforços ela prossegue, aumentando muito a demanda nas UPAs, a demanda nos hospitais. Apesar de toda a ampliação de leitos que fizemos nos últimos dias e continuaremos a fazer, cresce o número de pacientes internados”, explicou.

Em acordo com prefeitos do Estado, ficou estabelecido, no entanto, que as atividades não essenciais sejam fechadas a partir das 17h desta sexta-feira (26), com lojas convencionais de rua encerrarão. Os bares e restaurantes deverão encerrar suas atividades às 18h. Já os shoppings centers e demais centros comerciais, poderão funcionar até às 20h. Após este horário, as atividades só poderão ser retomadas a partir das 5h da próxima segunda-feira (1).

Continua após a publicidade

Essa diferença de horário, de acordo com o governador, “é no sentido de escalonar o transporte, de forma que não haja a coincidência no deslocamento para casa, de todo mundo no mesmo horário”. O transporte público coletivo permanecerá em funcionamento, inclusive, nas datas mencionadas

A circulação das pessoas nas ruas será permitida, com a proibição de encontros ou quaisquer outras atividades que causem aglomerações. “O grande objetivo que nós queremos alcançar é o distanciamento social”, ressaltou Rui Costa. A venda de bebidas alcoólicas fica proibida durante o período até mesmo em restaurantes, supermercados e lojas de conveniência.