21 de julho de 2024
Famosos

Atores de Hollywood podem entrar em ‘greve dupla’, após não conseguirem negociação; entenda

Os artistas têm reivindicado questões que vão desde salário mínimo até saúde para toda sua categoria
Lista inclui atores vencedores do Oscar como Jennifer Lawrence, Rami Malek e Meryl Streep. (Fotos: reprodução)
Lista inclui atores vencedores do Oscar como Jennifer Lawrence, Rami Malek e Meryl Streep. (Fotos: reprodução)

Você não leu errado: o sindicato que representa mais de 160 mil atores de Hollywood anunciou nesta quinta-feira (13) que, devido a não conseguir negociações viáveis com os grandes estúdios, pode haver uma greve. Somado à greve de roteiristas, que acontece desde maio, o mercado cinematográfico pode enfrentar uma paralização dupla e acarretar uma das maiores crises já existentes.

“Depois de mais de quatro semanas de negociações, a ‘Alliance of Motion Picture and Television Producers’ (AMPTP, Aliança de Produtores de Cinema e Televisão)… continua relutante em oferecer um acordo justo em pontos cruciais que são essenciais para os membros do SAG-AFTRA”, afirmou o ‘Screen Actors Guild’ (Sindicato dos Atores) em nota divulgada hoje.

A escolha da greve de contratos, após negociações frustradas, foi unânime. A expectativa é que a paralisação seja apoiada por ampla maioria e comece em breve. Durante o período, os atores de Hollywood não poderão filmar ou promover quaisquer produções nem participar de coletivas de imprensa ou estreias de filmes.

São vários os filmes e séries que devem ter gravações interrompidas, caso a greve se concretize. Dos milhares de atores, um grupo de mais de 400 pediu aos líderes do Sindicato dos Atores de Hollywood (SAG-AFTRA) que adotem uma “linha mais dura”. Dentre os artistas deste grupo seleto estão incluídos até mesmo vencedores do Oscar como Jennifer Lawrence, Rami Malek e Meryl Streep. Eles têm reivindicado questões que vão desde salário mínimo até saúde tanto para eles quanto para atores menos conhecidos.

Os atores também pedem os “residuais”, pagamentos feitos toda vez que um filme ou programa que eles estrelaram é exibido em uma emissora ou na TV a cabo – uma renda particularmente útil quando os artistas estão entre vários projetos.

Até mesmo a questão da inteligência artificial entrou no assunto. Já que, tanto atores de Hollywood, quanto os roteiristas, querem garantias de que seu futuro uso será regulamentado, mas os estúdios até agora se recusaram a ceder.


Leia mais sobre: Mundo

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.