17 de agosto de 2022
Esportes

Atlético-MG faz três gols na reta final e busca virada contra o Fortaleza

Foto - Pedro Souza (Atlético Mineiro)
Foto - Pedro Souza (Atlético Mineiro)

O Atlético-MG deixou o Fortaleza abrir dois gols de diferença ainda no primeiro tempo, neste sábado, e o placar permaneceu assim até os 30 minutos da etapa final. Foi a partir daí, empurrado pelos torcedores presentes no Mineirão, que o time de Antonio Mohamed começou a construir uma virada incrível, apenas com gols em jogadas aéreas, para vencer por 3 a 2 e dar sequência à série invicta iniciada quatro jogos atrás.

Romarinho marcou os dois gols tricolores, enquanto Rubens, Réver e Matheus Jussa, contra, anotaram para o lado mineiro. Depois de duas vitórias sobre o Flamengo, no Brasileirão e na Copa do Brasil, o Atlético animou ainda mais a torcida com o poder de reação demonstrado em campo, somou o 24º ponto no campeonato nacional e ficou com o quinto lugar, a dois pontos do vice-líder Corinthians. O Fortaleza continua em penúltimo, com dez, mas pode ser ultrapassado pelo Juventude e voltar para lanterna.

O torcedor atleticano foi pego de surpresa ao ver a escalação, pois não encontrou o nome de Hulk entre os titulares. Isso porque o atacante, autor de 21 gols na temporada, foi diagnosticado com um edema no pé direito e acabou vetado pelo departamento médico. A expectativa, contudo, é que esteja disponível para jogar contra o Emelec, em Guayaquil, na terça-feira, pela Libertadores.

Continua após a publicidade

Sem poder jogar, o goleador assistiu ao jogo das arquibancadas do Mineirão e não pôde fazer nada enquanto via Romarinho, do Fortaleza, fazendo aquilo que ele mais gosta: gols. O atacante tricolor tirou o zero do placar no segundo minuto de jogo, em um chute de fora da área que fez a bola morrer no canto direito da meta defendida por Éverson.

Depois disso, o time visitante se defendeu bem até achar o caminho do segundo gol, quando aproveitou falha de Réver em ataque atleticano e respondeu em velocidade. A jogada terminou com Romarinho vencendo Éverson mais uma vez. Mesmo com mais tempo de bola nos pés, os atleticanos não conseguiram passar pela bem armada defesa do time do Pici.

Os primeiros minutos do segundo tempo não indicaram que o Atlético conseguiria reagir, mas a história mudou graças a Rubens. Substituto de Guilherme Castilho no jogo, o meio-campista apareceu sozinho para cabecear perto da pequena área, aos 30 minutos, após cruzamento de Vargas e mostrou que o time mineiro estava vivo no jogo.

Continua após a publicidade

A resposta estava mesmo nas bolas aéreas. Foi assim que saiu o gol redentor de Réver, de cabeça, aos 41 minutos, com assistência de Igor Rabello. Em outra jogada pelo alto, Vargas cabeceou e a bola bateu no pé de Mateus Jussa antes de passar pelo goleiro Marcelo Boeck e morrer dentro da rede tricolor, para o delírio de Hulk e de toda a torcida presente no estádio.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 X 2 FORTALEZA

ATLÉTICO-MG – Everson; Réver, Igor Rabello e Junior Alonso (Vargas); Guga, Allan (Otávio), Guilherme Castillo (Rubens) e Calebe; Sávio (Ademir) e Eduardo Sasha (Fábio Gomes). Técnico: Antonio Mohamed.

FORTALEZA – Marcelo Boeck; Ceballos, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu; Felipe, Ronald (Matheus Jussa), Lucas Lima (Dipietri) e Juninho Capixaba; Romarinho (Silvio Romero) e Moisés (Lucas Crispim). Técnico: Juan Vojvoda.

GOLS – Romarinho, aos dois aos 28 minutos do primeiro tempo. Rubens, aos 30, Réver, aos 41, e Matheus Jussa, contra, aos 51 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Marcelo Boeck, Lucas Crispim e Ronald (Fortaleza)

ÁRBITRO – Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

RENDA – R$ 866.541,79

PÚBLICO – 30.003

LOCAL – Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

(Conteúdo Estadão)