13 de julho de 2024
Internacional

Ativista iraniana Narges Mohammadi recebe Prêmio Nobel da Paz

Mohammadi foi condenada à prisão várias vezes desde 2011 e está atualmente detida na prisão de Evin, em Teerã
O comitê da premiação mais importante do mundo elogiou a luta de Mohammadi (Divulgação)
O comitê da premiação mais importante do mundo elogiou a luta de Mohammadi (Divulgação)

A ativista iraniana de direitos humanos Narges Mohammadi foi anunciada vencedora do Prêmio Nobel da Paz. Mohammadi é atualmente vice-diretora do Centro de Defensores dos Direitos Humanos do Irã, organização não governamental liderada por Shirin Ebadi, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz em 2003.

Na premiação o chefe do Comitê Norueguês do Nobel em Oslo, Berit Reiss-Andersen disse: “No total, o regime a prendeu 13 vezes, condenou cinco vezes e sentenciou a um total de 31 anos de prisão”. O comitê da premiação mais importante do mundo elogiou a luta de Mohammadi contra a opressão das mulheres no país islâmico.

Mohammadi foi condenada à prisão várias vezes desde 2011 e está atualmente detida na prisão de Evin, em Teerã, por “espalhar propaganda”. Narges ainda está na prisão neste momento e mesmo presa a ativista começou a se opor ao uso sistemático, por parte do regime iraniano, da tortura e da violência sexual contra presos políticos, especialmente mulheres, nas prisões do país.

O marido de Mohammadi e colega ativista dos direitos humanos, Taghi Rahmani, e seus filhos gêmeos de 16 anos vivem em Paris, na França.


Leia mais sobre: / / / Geral / Mundo

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019