15 de agosto de 2022
Inclusão

Assessor do TRE de Goiás, Brazil Nunes protagoniza campanha da Justiça eleitoral; veja vídeo

Ação mostra como eleitores com deficiência ou com mobilidade reduzida podem solicitar voto em seção especial em andamento
Brazil Nunes é funcionário do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás há 14 anos. (Foto: reprodução)
Brazil Nunes é funcionário do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás há 14 anos. (Foto: reprodução)

A Justiça Eleitoral passou a exibir, desde esta segunda-feira (18), nas emissoras de rádio e televisão de todo o país, uma campanha voltada a eleitoras e eleitores com deficiência ou com mobilidade reduzida. A campanha, que tem como protagonista o assessor de imprensa e comunicação do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TREGO), Brazil Nunes, informa que, quem tem dificuldade de locomoção pode solicitar uma forma de votar em uma seção especial com acessibilidade. Assista ao vídeo.

Em entrevista ao Diário de Goiás, Brazil, que trabalha no TRE de Goiás há 14 anos e possui deficiência motora causada por paralisia parcial nas pernas, falou sobre a importância da representatividade. “A importância da campanha é orientar todos os eleitores que tenham alguma dificuldade de locomoção ou deficiência física, que a Justiça Eleitoral trabalha para que todos tenham acesso ao voto. Uma forma de conquistarmos políticas publicas é escolhendo nossos representantes. Pagamos impostos e temos esse direito garantido na Constituição e queremos participar desse momento democrático”, afirmou.

O prazo para fazer a alteração, se solicitado à Justiça Eleitoral, vai até 18 de agosto, ou seja, daqui um mês. As seções especiais são espaços adaptados para oferecer fácil acesso e maior comodidade e segurança no momento do voto. O requerimento deve ser feito em qualquer cartório eleitoral pelo próprio interessado, munido de documento oficial com foto, ou por meio de curador, apoiador ou procurador.

Continua após a publicidade

Além disso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprimorou os softwares já existentes e instalou novos recursos de acessibilidade nas urnas eletrônicas que serão utilizadas nas Eleições 2022 com o objetivo de promover a inclusão e facilitar a votação de pessoas com deficiência auditiva. Agora, todos os aparelhos preparados para o pleito de outubro contarão com tradução na Língua Brasileira dos Sinais (Libras).

Um vídeo feito por uma intérprete de Libras também será apresentado em todas as 577.125 urnas eletrônicas preparadas para o pleito. Na filmagem, exibida na tela do aparelho, a tradutora indicará a eleitoras e eleitores qual cargo está em votação no momento, nesta sequência: deputado federal, deputado estadual ou distrital, senador, governador e presidente.

Para as pessoas com deficiência visual, além do sistema Braille e da identificação da tecla 5 nos teclados do aparelho, também são disponibilizados nas seções eleitorais fones de ouvido para que eleitores cegos ou com baixa visão recebam sinais sonoros com a indicação do número escolhido e o retorno do nome da candidata ou do candidato em voz sintetizada.

Continua após a publicidade