27 de junho de 2022
Senador Canedo • atualizado em 31/03/2021 às 12:02

Às pressas, o prefeito Fernando Pellozo se reúne na manhã desta quarta-feira com vereadores do município

Investigação foi acatada pela Câmara e será dada continuidade ao procedimento. Foto: reprodução/redes sociais.
Investigação foi acatada pela Câmara e será dada continuidade ao procedimento. Foto: reprodução/redes sociais.

o prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo (PSD), esteve na manhã desta quarta-feira (31) reunido com os vereadores do município, na Câmara Municipal. Uma sessão estava marcada para esta manhã, porém foi adiada por falta de quórum.

Segundo apuração do Diário de Goiás, um pedido de impeachment poderia ser apresentado contra o chefe do Executivo e que a visita do gestor à Câmara seria para articular o recuo dessa possibilidade. Não foi apresentado nenhum documento, até o momento, que envolva o prefeito em algum crime que possa justificar o pedido de seu impedimento à frente da prefeitura.

A reportagem tenta entrevista com Fernando Pellozo para entender o cenário político. A assessoria da Câmara Municipal de Senador Canedo informou que após a sessão poderá ocorrer uma coletiva de imprensa com o presidente da Casa, Carpegiane Silvestre (DEM).

Continua após a publicidade

Desde o início do governo Pellozo, existem críticas de parlamentares canedenses por causa de uma suposta blindagem do prefeito e que isso estaria criando animosidade com o Poder Legislativo. À reportagem do DG, um vereador disse que “era mais fácil falar com o governador do que falar com o prefeito de Senador Canedo”.

O prefeito teve também duas derrotas relevantes na Câmara, no início de seu mandato, quando enviou os dois primeiros projetos de sua gestão à Casa que acabaram sendo reprovados pelos vereadores.

O DG segue acompanhando o cenário político nesta manhã e atualizará essa reportagem a qualquer momento.

Continua após a publicidade