21 de maio de 2024
Cidades

Aruanã pode ficar sem festa do Réveillon este ano devido aos riscos da nova variante ômicron

Foto: divulgação.
Foto: divulgação.

Cidade com tradição festiva, principalmente em festas de fim de ano e Carnaval, Aruanã pode ficar sem realizar os eventos que ocorreriam este ano se não houvesse a adversidade causada pela pandemia da covid-19.

Em nota ao Diário de Goiás, a prefeitura explicou que a equipe da Secretaria de Saúde está preocupada com o risco iminente de a circulação da nova variante do coronavírus a ômicron chegar ao Brasil e resultar em aumento de casos da doença.

“A nova variante tem deixado a nossa equipe de saúde em alerta. Em nosso município foi formado um comitê de enfrentamento ao COVID19, sempre acompanhando e avaliando as necessidades da nossa população, pautando nossas decisões de acordo com os desdobramentos da doença”, diz trecho da nota da gestão municipal.

Três casos da nova cepa já foram confirmados em São Paulo. Ainda pouco se sabe acerca da gravidade desta variante que, a princípio, teria origem no sul da África, por isso já há diversas restrições em decorrência dessa descoberta. O governo federal, por exemplo, suspendeu os voos de seis países sul-africanos devido à variante ômicron.

Ainda de acordo com a prefeitura, a gestão acompanha as decisões a propósito da Secretaria de Saúde do Estado (SES-GO), sobre a pandemia, e assim o fará também para decidir o futuro das festas de fim de ano no município. Contudo, em nota, o Executivo afirma que não deve impedir que as pessoas vão ao município.

“Não vamos impedir que as pessoas se desloquem para o município, mas diante do cenário atual, infelizmente são remotas as chances de um réveillon em Aruanã. A Prefeitura Municipal de Aruanã está alinhada ao Governo do Estado de Goiás e a Secretaria Estadual de Saúde, queremos acompanhar os desdobramentos, a possibilidade da quarta onda e a nova variante do vírus, respeitando sempre a vida”, finaliza a nota.


Leia mais sobre: / / Cidades