17 de maio de 2022
Política

Aprovado relatório pela cassação de Demóstenes Torres

Por 15 votos a zero, a Comissão de Ética do Senado aprovou o relatório que pediu a cassação do mandato de Demóstenes Torres(SEM PARTIDO). Em votação aberta, até o senador goiano Cyro Miranda (PSDB) votou a favor. Agora, o processo segue para votação no plenário do Senado.

O senador Humberto Costa (PT-PE), relator do processo de quebra de decoro do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), no Conselho de Ética, foi elogiado pelo trabalho que desenvolveu. A sessão terminou pouco depois das 23 horas desta segunda, 25.

Continua após a publicidade

Costa declarou que Demóstenes atuava como um braço político do esquema de jogos ilegais montado pelo empresário goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

“Considerado todo conjunto da obra, é impossível não concluir que ela o desabona. Quem julga somos nós, mas é o seu passado que o condena”, disse Costa.

Cachoeira está preso desde fevereiro apontado pela Polícia Federal como suspeito de comandar uma rede criminosa com a participação de empresários e políticos. De acordo com o relator, Demóstenes Torres usou seu mandato para beneficiar o empresário.

Continua após a publicidade

O documento tem 77 páginas. A primeira parte (nove páginas) faz uma descrição do processo, O voto corresponde às 68 páginas restantes.

Leia mais sobre:
Política