25 de julho de 2024
Política

“Aprova Dilma” quer desbancar o “Veta Dilma”

Depois do “Veta Dilma” campanha nacional que pede que a presidenta Dilma Rousseff vette o Novo Código Florestal, os que apoiam a nova lei prometem reagir. Nessa quarta-feira (23), começa em Goiás a campanha “Aprova Dilma”. A Frente Parlamentar do Agronegócio da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás e a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) realizam audiência pública, às 9h30, na sede da Assembleia, em favor do não-veto ao Projeto de Lei do novo Código, aprovado pelo Congresso Nacional e que aguarda sanção presidencial.

 O presidente da Frente Parlamentar, deputado estadual Valcenôr Braz (PTB) adianta que a audiência vai lançar um manifesto  “Aprova Dilma”, em Goiás, de sanção total do texto do novo Código Florestal brasileiro.

 De acordo com o presidente da Faeg, José Mário Schreiner, o setor produtivo goiano acredita que o texto elaborado no Congresso atende aos anseios de preservação do meio ambiente em consonância com a produção de alimentos. Para ele, o Brasil é um exemplo de conservação ambiental uma vez que 61% de suas matas originais estão preservadas, assim como também é uma referência mundial na produção de alimentos. “No País, meio ambiente e produção agropecuária caminham juntos, como em poucos países do mundo”, ressalta Schreiner. (Com informações da Faeg)


Leia mais sobre: Política