09 de agosto de 2022
Serviço

App da Secretaria de Economia ganhará serviços para informar preços de medicamentos e varejo

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A secretária de Economia, Cristiane Schmidt, revelou que o aplicativo E-ON, mantido com informações da pasta, terá a gama de serviços ampliados durante o ano de 2020.

Atualmente, o app oferece recursos como a Nota Fiscal Eletrônica, do Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica e Certificado de Regularidade Fiscal, além do Abasteça +, que informa valores de combustíveis nos postos goianos. Neste ano, conforme Schmidt, a secretaria implantará um serviço voltado para o informe de preços de medicamentos e um para valores de varejo.

“Nosso próximo passo é dar ao consumidor os preços de medicamentos. Cada farmácia coloca seus preços. Então agora vamos ter também esse serviço para preços medicamentos. Mais pro fim do ano, também teremos os produtos no varejo. Se você quiser fazer uma cesta de produtos, como frutas e produtos de higiene, o aplicativo vai te dar o menor preço”, disse a secretária em entrevista exclusiva ao Diário de Goiás.

Continua após a publicidade

Outra novidade que deve surgir no E-ON é a possibilidade de que o cidadão realize denúncias anônimas. De acordo com Schmidt, há uma grande demanda pelo serviço. Ele servirá, segundo ela, para combater a concorrência desleal e a sonegação de impostos.

“No aplicativo, até o fim do ano, vamos fazer um serviço que, se você nota que um concorrente seu está sonegando e você não, ou seja, uma concorrência desleal, você, pelo aplicativo, poderá tirar foto e fazer uma denúncia anônima. Vai haver uma fiscalização daqueles contribuintes que pagam seus impostos com relação aos grandes sonegadores”, pontuou.

Produtores rurais e transparência

Continua após a publicidade

O aplicativo da Secretaria de Economia também está estudando um serviço para, em conjunto com a Agrodefesa, facilitar a vida do pequeno produtor rural. A ideia é que certificados obrigatórios possam ser emitidos eletronicamente. “Essa prestação de serviço do GTA (Guia de Trânsito Animal) e a nota fiscal avulsa estarão disponíveis dentro do aplicativo”, revela Schmidt.

Outra novidade que deve surgir em breve no E-ON deve aumentar a transparência. De acordo com a secretária, a pasta disponibilizará, via app, informações de interesse público. “Faremos boletins periódicos com nossos resultados, sejam de arrecadação, de despesa, do uso do Protege. Todas as informações que achamos que a sociedade deva ter, vamos fazer esses boletins, que ficarão no aplicativo” explicou.

Abasteça+

O serviço Abasteça+, que informa os preços dos combustíveis nas bombas de todo o estado, incentiva o consumidor a requerer a nota fiscal dos postos. Os valores, como explica Schmidt, são registrados a partir do que é informado à Secretaria de Economia pela nota fiscal.

“Nós resolvemos usar as notas fiscais eletrônicas, pois você tem o valor em tempo real. Essa coleta é feita em tempo real pelo Fisco. Quanto mais nota fiscal o consumidor pedir, melhor para ele mesmo”, disse.

Schmidt ainda pontua que o consumidor deve atuar como fiscal. “Se ele notar que o preço que está no aplicativo está diferente no posto, precisa denunciar, pois aquele posto está emitindo nota fiscal com preço diferente do qual ele vende”, pontua.