26 de fevereiro de 2024
Nova data

Após visita em obras do BRT, Cruz responde sobre expectativa de término do trecho 2

As obras iniciadas em 2015 tinham previsão de entrega inicial para 2020, agora, prefeito afirma que trecho 2 estará pronto até dia 31 de dezembro deste ano
O prefeito visitou obras do BRT e passou por estações ainda em processo de conclusão. Foto: Jucimar de Souza
O prefeito visitou obras do BRT e passou por estações ainda em processo de conclusão. Foto: Jucimar de Souza

O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) visitou as obras do BRT Norte Sul na manhã desta sexta-feira (24). Cruz ressaltou o compromisso para conclusão do trecho 2, cuja expectativa é de entrega até final de dezembro deste ano.

Em coletiva de imprensa, Rogério Cruz destacou os motivos que levaram ao atraso das obras do BRT. Inicialmente, a estimativa era de que o BRT estivesse funcionando em outubro de 2023. “Nós tivemos a questão da fase 1 do BRT, que seria do Terminal Isidória até a Aparecida de Goiânia, que já estava com problemas com a empresa. Tentamos trazer a empresa para perto, não conseguimos. Só aí já gastamos um ano naquela fase 1, enquanto a fase 2 estava já bem adiantada”, justificou o prefeito.

Cruz ressaltou que durante este tempo, realizaram obras do BRT em quatro terminais. “Estamos concluindo a fase dois. Já entregamos os terminais de Isidória, já entregamos o Terminal Paulo Garcia, já entregamos o Terminal Hailé Pinheiro, concluímos o Terminal Recando do Bosque, então veja que os quatro terminais já estão prontos”, pontou.

Entrega já tem data

O prefeito demonstrou expectativas positivas em relação a conclusão prevista, juntamente da empresa responsável pela fase final do trecho 2. “Agora estamos concluindo as estações. Com um acordo dentro da parceria e dentro do contrato que fizemos com a empresa de que eles possam entregar todas as estações e a canaleta do BRT até o final de dezembro. Isso é o último prazo que eles [empresa responsável pelas obras] têm”, enfatiza.

Cruz acrescentou que caso o contrato não seja cumprido, incorrerá em multa para a empresa responsável, conforme acordo estabelecido entre a Seinfra (Secretaria Municipal de Infraestrutura) e o procurador-geral do município. “Estamos confiantes. A empresa está cumprindo a sua parte, nós também estamos cumprindo a nossa parte, por dentro do acordo e mais o processo do que está no contrato. Então acredito muito que nessas últimas conversas, nesse último acordo que foi feito sentado à mesa com a empresa, que o consórcio com certeza estará entregando até 31 de dezembro”, garantiu o prefeito.


Leia mais sobre: / / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.