19 de agosto de 2022
Aparecida de Goiânia

Após redução de casos de covid-19, Aparecida suspende o escalonamento no município

Foto: Rodrigo Estrela.
Foto: Rodrigo Estrela.

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 de Aparecida de Goiânia decidiu em reunião na tarde desta quinta-feira (8) suspender o Isolamento Social Intermitente por Escalonamento Regional a partir da próxima segunda-feira (12).

De acordo com a prefeitura, a decisão foi possível a partir de dados apresentados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que mostra desaceleração dos casos ativos de covid-19 na cidade. Segundo a prefeitura, uma portaria será publicada até segunda-feira com essa suspensão, mas reforçando que os protocolos de segurança devem continuar sendo respeitados.

Este modelo de Aparecida foi adotado há 132 dias com a finalidade de reduzir o número de casos de covid-19. Foram criadas macrozonas na cidade para permitir que o comércio funcionasse em dias alternados, desta forma evitando aglomerações.

Continua após a publicidade

Os dados técnicos da SMS como taxa de ocupação dos leitos no município e também o número de casos ativos da doença foram preponderantes para tomar essa decisão, que também conta com representantes de diversos setores da sociedade de Aparecida. O prefeito Gustavo Mendanha destacou os números favoráveis, mas pediu cautela à população.

“Com a estabilidade de casos e com a lotação dos leitos de UTI em torno de 60%, estamos avançando mais um passo. Porém, todos devem continuar adotando medidas preventivas como uso da máscara, lavar as mãos com frequência e, sobretudo, não promover aglomerações”, aponta o prefeito.

Mendanha ressalta ainda que mesmo com o fim do escalonamento, a prefeitura manterá as equipes de fiscalização nas ruas para que as normas sejam respeitadas e cumpridas.

Continua após a publicidade

“Nossos fiscais estarão nas ruas, nos comércios para fazer cumprir o que diz a legislação. Precisamos que todos entendam este momento e colabore, a pandemia ainda não acabou”, pontua.

O secretário municipal de Saúde e presidente do comitê, Alessandro Magalhães, explica também que os números da doença em Aparecida ficaram estáveis por várias semanas e que isso dá uma segurança à gestão para decidir pelo fim do escalonamento.

“O município de Aparecida se encontra no cenário verde – risco baixo – desde o dia 27 de abril. Há seis semanas nossas taxas de ocupação estão mantidas estáveis, assim o comitê definiu pela suspensão”, explica Alessandro.

O município investiu numa estrutura de combate à pandemia e que, segundo a prefeitura, foi determinante para mitigar os impactos da doença. A testagem em larga escala, por exemplo, tornou-se possível o município acompanhar e tomar medidas relevantes em pacientes que testaram positivo para a covid-19. Segundo a prefeitura, esses casos positivos são monitorados pelo serviço de telemedicina do município diariamente. Já foram, até agora, realizados mais de 300 mil testes do tipo RT-PCR que é o mais preciso para detectar a doença.

Outro fator importante na diminuição de casos é a vacinação anticovid. Em Aparecida mais de 230 mil doses de vacinas foram aplicadas. A cidade imuniza todos os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde , conforme o Plano Nacional de Imunização (PNI). No momento, além desses grupos são vacinadas as pessoas a partir dos 40 anos de idade.