06 de dezembro de 2023
Eleições 2012 • atualizado em 24/08/2012 às 18:35

Aparecida de Goiânia – Ademir Menezes faz aposta de risco

O candidato pessedista à prefeitura de Aparecida de Goiânia, Ademir Menezes, lançou mão de uma estratégia perigosa em sua campanha eleitoral. Na tarde da última quarta-feira, 23, o prefeitável firmou o compromisso de transformar Aparecida em uma Cidade Sustentável. A proposta o relaciona, diretamente, com a coligação encabeçada pelo prefeito da Captial goiana, Paulo Garcia (PT).

 Seria um bom recurso, caso a Coligação Goiânia Cidade Sustentável não estivesse apoiando o candidato peemedebista, Maguito Vilela. No caso, opositor de Ademir. O projeto tem o objetivo de sensibilizar, mobilizar e oferecer ferramentas para que a cidade se desenvolva de forma econômica, social e ambientalmente sustentável. Ele é o principal mote da campanha de Paulo Garcia.

Leia Também

O petista lidera, com grande vantagem nos números, as pesquisas eleitorais em Goiânia, cidade que abriga profissionalmente grande parte do eleitorado aparecidense. Divulgando o programa Cidade Sustentável, Ademir pode auxiliar no marketing de Maguito Vilela, que logo, logo estará nos palanques ao lado de Paulo Garcia.

Em uma defesa prévia, Ademir Menezes garantiu que as ações voltadas para sustentabilidade sempre estiveram presentes em sua gestão, quando prefeito de Aparecida. Entre elas, destacou a aprovação do Plano Diretor da Cidade, em 2001, como o primeiro regimento municipal do país que obedecia as normas do Estatuto das Cidades. “Aparecida crescia desordenadamente e precisava de um planejamento. Foi o que fizemos estabelecendo diretrizes a serem seguidas no município, nas áreas de expansão urbana, uso do solo, meio ambiente, saneamento básico e outros”, pontuou.

Críticas

As complicações na proposta de Ademir não param por aí. A aposta em sustentabilidade foi criticada por especialistas em marketing eleitoral, por ir ao encontro das preocupações de uma minoria atualmente. As propostas voltadas para o meio ambiente são investimentos para longo prazo, sem retornos imediatos.

Pesquisas demonstraram que o conceito de sustentabilidade é compreendido apenas por classes financeiramente favorecidas, com grau de escolaridade avançado. Em Aparecida de Goiânia, os próprios moradores levantam outras questões que são prioridade. “Como podemos pensar em sustentabilidade se muitos ainda carecem de asfalto e saneamento básico”, ressaltou Larissa Santos, estudante de pedagogia e moradora do município goiano.


Leia mais sobre: Eleições 2012