07 de agosto de 2022
Eleições 2022

Ao lado de Caiado, Zacharias anuncia desistência da disputa ao Senado e diz que buscará reeleição

Antes dividida, a base caiadista para o Senado vai direcionando seus olhares para as candidaturas do delegado Waldir Soares e de forma independente, Alexandre Baldy (PP)
Governador Ronaldo Caiado e deputado federal Zacharias Calil (Foto: Divulgação)
Governador Ronaldo Caiado e deputado federal Zacharias Calil (Foto: Divulgação)

Dias após admitir ao Diário de Goiás que poderia ir à reeleição na Câmara dos Deputados, o deputado federal Zacharias Calil formalizou, nesta terça-feira (02/08) a desistência da disputa ao Senado Federal. Ao lado do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), que agradeceu os serviços do médico na Câmara Federal, o parlamentar anunciou que entrará na campanha para renovar o mandato.

“O que nós combinamos foi cumprido. Baseado nas pesquisas e a pesquisa mostra que eu, em terceiro lugar, retiro minha candidatura e vou a reeleição e contribuir cada vez mais para Goiás, Brasil e a nossa saúde. O Hospital da Criança e Adolescente merce nosso comprometimento e trabalho nessa unidade. Vejo com bons olhos e agradeço o senhor, todo o apoio que tivemos nesse período”, pontuou Calil ao lado do governador.

LEIA TAMBÉM: Aliados afirmam que Lissauer Vieira desistiu da disputa ao Senado

Continua após a publicidade

Caiado exaltou o médico. “Todo o Brasil reconhece pela sua capacidade e competência cirurgica e sua projeção na área da medicina no Brasil”, salientou. “Nos representa com muita capacidade no Congresso e na Câmara dos Deputados”, engrandeceu. O governador então, disse que com a decisão, Calil iria “elevar cada vez mais o nível de Goiás naquela casa”, completou.

LEIA TAMBÉM: Sem Marconi, delegado Waldir lidera corrida pelo Senado Federal

Em entrevista ao Diário de Goiás no último dia 18 de julho, Zacharias Calil disse que poderia reconsiderar seu futuro, caso não fosse o candidato escolhido por Ronaldo Caiado para representá-lo no Senado Federal. Até então, sempre dizia que se não embarcasse numa candidatura como senador, provavelmente se aposentaria da vida política. 

Continua após a publicidade

“Eu não estou obcecado pelo poder. Já conversei com o governador Ronaldo Caiado e com o presidente do partido, Luciano Bivar, que estou tranquilo em relação a isso. Deu certo, deu, não deu certo não deu. Eu volto para minha posição ou iria para a reeleição tranquilamente. Eu acho que é legítima minha posição, de lutar por essa vaga”, destaca Zacharias Calil.

Questionado naquele momento, qual era o indicativo mais possível para o futuro, Zacharias concluiu. “Nesse momento o coração tá falando para eu falar parar. Tudo pode mudar até o dia 5. A Câmara tem sido muito bom, positivo. Acho que cresci muito para um deputado de primeiro mandato. Mas é complicado, temos de pensar na gente, na família. Não tenho 100% de certeza se eu vou continuar na política se eu não for ao Senado”.

Leia mais sobre:
Eleições 2022 Política