25 de abril de 2024
Venda proibida • atualizado em 24/08/2023 às 17:17

Anvisa proíbe comercialização de suplemento infantil com melatonina

A melatonina tem uso proibido para menores de 19 anos, além disso, a empresa fabricante do Soninho Perfeito Melatonina Kids ainda pregava falsas propriedades do produto na internet
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda do suplemento alimentar Soninho Perfeito Melatonina Kids de todos os estabelecimentos comerciais físicos e digitais do país. Além disso, foi vetada também a fabricação, distribuição e a propaganda do produto destinado a crianças.

De acordo com a agência, o uso da melatonina, que é um hormônio produzido naturalmente pelo organismo humano e responsável pela regulação do sono, não é permitido em suplementos destinados a crianças e adolescentes. Conforme o órgão regulatório, a segurança de uso nestas faixas etárias ainda não foi cientificamente comprovada.

Ademais, segundo a Anvisa, o uso do composto só é permitido para adultos acima de 19 anos na concentração de 0,21 miligramas por dia. Gestantes e lactantes também não possuem recomendação para tomar o produto.

Com efeito, o agência ainda verificou que a empresa que fabrica o suplemento para crianças, a Mr Oemed Indústria Farmacêutica Ltda, pratica divulgação irregular na internet. Nas propagandas, a fabricante faz alegações de que o suplemento possui ações terapêuticas relacionadas ao sono, ansiedade, compulsão alimentar, irritabilidade noturna, além de tratar de inflamação e ser indicada para suplementação de câncer e transtorno do espectro autista. Nenhuma delas com eficácia comprovada.

A Anvisa aproveitou para lembrar que não há aprovação de suplementos alimentares à base de melatonina para sono, humor e concentração. “Qualquer propaganda ou rótulo que traga esse tipo de alegação está irregular de acordo com a legislação sanitária brasileira”, pontuou.

Com informações da Agência Brasil


Leia mais sobre: / Brasil

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.