15 de agosto de 2022
Educação

Ansiedade pós-Enem? Saiba quando é normal

Serious african millennial businessman thinking cogitating about business issues. Frustrated black entrepreneur searching problem solution sitting alone on chair at modern office desk looking away
Serious african millennial businessman thinking cogitating about business issues. Frustrated black entrepreneur searching problem solution sitting alone on chair at modern office desk looking away

Após a divulgação do resultado individual do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na noite dessa quarta-feira (9), estudantes aguardam o momento de usar a nota para tentar uma vaga na graduação por meio de um dos programas do governo de acesso ao ensino superior. Até chegar o início das inscrições a ansiedade se faz presente na vida de grande parte dos candidatos.

“A ansiedade é uma reação que se tem diante de uma ameaça ou do desconhecido, e é quando o organismo se prepara para duas ações básicas: lutar ou fugir”, explica o psicólogo Sérgio Manzione. Conforme pontua o profissional, a ansiedade pode ser considerada normal quando acaba ao mesmo tempo que a situação que a causou. Ou seja, no caso dos vestibulandos, ela deve sumir quando se conhece o resultado da prova do vestibular.

Manzione explica, ainda, que a ansiedade considerada normal é aquela que aparece quando o indivíduo está esperando um resultado, por exemplo, seja nota de prova, resposta de entrevista de emprego ou nascimento de um filho. No entanto, existe um outro tipo, a ansiedade generalizada, que muitas vezes os motivos da causa são diversos e nem sempre a causa está definida.

Continua após a publicidade

“Ansiedade não escolhe as pessoas, ela não vê se a pessoa é baixa, rica, pobre… mas qualquer sofrimento que a pessoa tenha ela deve procurar rápido uma ajuda profissional. Não adianta tomar um chazinho que a vizinha fez, nem tomar o remédio que a prima toma, não funciona assim. Cada pessoa é diferente e quanto mais você fizer isso mais você atrasa o diagnóstico correto, é entendendo o diagnóstico que você pode fazer o tratamento correto”, sinaliza o psicólogo.

Esperando pela abertura das inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a estudante Beatriz Santos, de 18 anos, fez o Enem pela primeira vez em 2019, para conhecer a prova e testar seus conhecimentos. Dessa vez, ela pretende usar o seu desempenho para tentar uma vaga no curso de Jornalismo. “Estava super ansiosa para o resultado do Enem e estou nervosa para as inscrições do Sisu”, relata.

Para aqueles que estão com comportamento ansioso porque tiveram baixo desempenho no Enem ou por causa da espera pelas inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade Para Todos (Prouni) ou Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o psicólogo Manzione indica caminhos que podem contribuir para o bem-estar nesse período, confira:

Continua após a publicidade

  1. Aprenda mais sobre você
  2. Pare de querer ser perfeito
  3. Pare de se culpar
  4. Domine o pânico
  5. Viva o presente
  6. Escolha o lado positivo
  7. Tenha um projeto de vida

Alternativa ao Enem

O estudante que tirou nota baixa no Enem e, por isso, não vai conseguir uma das vagas no curso e na instituição escolhida com a nota do exame, pode se inscrever na faculdade com bolsa de estudo.

Programas de inclusão à educação oferecem bolsas de estudo para todos os níveis de educação (básico, técnico e superior), em parceria com instituições de ensino em todo o país. As inscrições ficam abertas durante todo o ano e não precisa comprovar renda nem ter a nota do Enem.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil