27 de fevereiro de 2024
Música

Mais de 170 alunos ganham certificados de iniciação musical pela Orquestra Sinfônica de Goiânia

Do total de alunos, 12 deles têm Síndrome de Down e formam a turma de inclusão
A Rede Municipal de Núcleos Musicais de Goiânia é um programa de formação musical da Prefeitura de Goiânia. (Foto: divulgação/Prefeitura de Goiânia)
A Rede Municipal de Núcleos Musicais de Goiânia é um programa de formação musical da Prefeitura de Goiânia. (Foto: divulgação/Prefeitura de Goiânia)

A 5ª Mostra Pedagógica da Rede Municipal de Núcleos Musicais da Orquestra Sinfônica de Goiânia certificou 174 alunos que participaram do curso de iniciação musical em flauta, violino, violão, viola clássica, canto, coral e acordeon. Do total de alunos, 12 deles têm Síndrome de Down e formam a turma de inclusão. A ação foi realizada Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), na noite de segunda-feira (4), no Teatro Goiânia.

O secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, deu as boas-vindas aos alunos e suas famílias que estavam na plateia e destacou a importância do trabalho pedagógico da Orquestra. “Sempre admirei e admiro muito o trabalho da Orquestra, de forma geral, em todos os projetos e ações realizados durante o ano, e destaco especialmente este trabalho educativo, de formação e iniciação musical que atende tantos alunos e ensina crianças especiais. Todos estão de parabéns pelo trabalho e pelo aprendizado conquistado”, afirmou.

O secretário pontuou ainda que a Prefeitura segue empenhada em colocar em prática a proposta de reestruturação da Orquestra. “Foi um ano de muito trabalho e nós reconhecemos o que é preciso em relação à valorização dos músicos. Tem sido uma das prioridades da gestão, está em fase de avaliação orçamentária e acredito que teremos boas novas em 2024”, pontuou o Zander Fábio.

Aliene Divina é mãe do aluno Ian Rodrigues Martins, 14 anos, um dos que recebeu certificado na mostra pedagógica e encantou quem estava na plateia. “Meu filho é diagnosticado com T-21 (Síndrome de Down) e para ele, para nossa família, este é um projeto maravilhoso, pois não há muita abertura social, eles enfrentam muitas dificuldades e este projeto ajuda muito. Gostaria de expressar minha profunda gratidão pelo apoio da musicalização inclusiva. Em especial, agradeço à Prefeitura de Goiânia, que acredita e mantém este projeto ativo”, afirma Aliene Divina.

A Rede Municipal de Núcleos Musicais de Goiânia, criada pela Lei Municipal nº 10.149 de 12 de abril de 2018, e alterada por meio da Lei nº 10.455, de 09 de janeiro de 2020, é um programa de formação musical da Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e tem como meta principal propor, manter e subsidiar iniciativas na área da educação musical em regiões da Capital, possibilitando a formação de estudantes de música, a integração e inclusão social, além do desenvolvimento de valores culturais e sociais.

A rede atua também no auxílio a estudantes de música que buscam a profissionalização na área, por meio de um programa de incentivo que beneficia bolsistas estudantes de música na cidade, o que possibilita a atuação de três grupos musicais que têm colaborado com a cultura da cidade: a Banda Juvenil de Goiânia, o Coro Juvenil de Goiânia e a Orquestra Jovem Municipal de Goiânia Joaquim Jayme.

Atualmente, a rede atende 225 alunos em 27 turmas de formação musical e aulas realizadas diariamente no Grande Hotel. O prazo para renovação de matrículas de alunos veteranos para 2024 vai de 11 a 26 de dezembro deste ano.

Zander Fábio informa que em janeiro, a Secult lançará um novo edital para alunos novatos, com vagas para todas as turmas. Os interessados devem acompanhar as redes sociais da secretaria.


Leia mais sobre: / Goiânia

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.