29 de fevereiro de 2024
Esportes

Alheio à polêmica, César se firma no Flamengo e se aproxima de marca de Diego Alves

Goleiro César. (Foto: Gilvan de Souza)
Goleiro César. (Foto: Gilvan de Souza)

BRUNO BRAZ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Aproveitando a oportunidade no Flamengo, o goleiro César já se mantém há quatro jogos consecutivos sem sofrer gols. Se repetir o feito na “decisão” contra o Palmeiras, neste sábado, no Maracanã, alcançará a marca de Diego Alves, que em um ato de rebeldia pediu dispensa da viagem para Curitiba por não aceitar a barração empregada pelo técnico Dorival Júnior.

Foi justamente nestes cinco jogos com o experiente arqueiro, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, que o Flamengo conseguiu ficar mais tempo sem ser vazado e alcançou a liderança da competição.

Responsável pela alteração, Dorival Júnior minimizou a situação, mas deixou claro que dará oportunidade para quem estiver correspondendo nos treinos e jogos.

“No futebol, a titularidade é momentânea. Não podemos ser injustos com aqueles que estão jogando e dando a resposta. Mas contamos com todo o grupo à disposição.”

Companheiro de equipe, o volante Willian Arão se mostrou surpreso com a atitude de Diego Alves, e ressaltou que o clube está acima de todos.

“E difícil de falar se o grupo sentiu ou não. Eu não sabia. Foi uma decisão dele. O Flamengo está acima dele, de mim e dos outros. Se ele optou por isso, é uma decisão dele”, disse ao SporTV.

Outro que foi barrado por Dorival Júnior, o meia Diego adotou uma postura diferente do goleiro e acatou com serenidade a decisão de começar a partida contra o Paraná no banco de reservas. O experiente jogador colocou o Flamengo em primeiro lugar.

“Sem dúvida nenhuma que o bem do Flamengo é muito mais importante que minha titularidade. Fiquei mais de 20 dias parado e pude fazer o meu melhor. Estou muito feliz de a equipe estar vencendo e se aproximando do nosso objetivo”, declarou ao SporTV o meia, que entrou no segundo tempo e participou do quarto gol, feito por Henrique Dourado.

Revelado nas categorias de base da Gávea, César tem 26 anos e contrato com o clube até 2022. Diego Alves, 33 anos, tem vínculo com o Fla até o fim de 2020.


Leia mais sobre: / Esportes