28 de maio de 2024
Sessão extraordinária • atualizado em 27/12/2022 às 15:57

Alego aprova, em primeira votação, projeto que aumenta salário dos deputados estaduais

Proposta está prevista para ser apreciada, em definitivo, na quarta-feira (28/12)
Plenário da nova sede da Alego (Foto: Valdir Araújo/Alego)
Plenário da nova sede da Alego (Foto: Valdir Araújo/Alego)

A Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) aprovou, em primeira votação, durante sessão extraordinária, nesta terça-feira (27/12), o projeto que aumenta o salário dos deputados estaduais.

O subsídio dos parlamentares goianos, atualmente de R$ 25.322,25, terá um acréscimo escalonado. O primeiro será já em 1º de janeiro de 2023, com valor de R$ 29.469,99.

Depois, em 1º de abril de 2023 e 1º de fevereiro de 2024, com valores de R$ 31.238,19 e R$ 33.006,39, respectivamente. Por fim, em 1º de janeiro de 2025, com valor de R$ 34.774,64.

O cálculo está de acordo com a Lei nº 17.253, de 2011. Segundo ela, o salário dos deputados estaduais em Goiás é fixado em 75% do valor recebido pelos deputados federais.

Na semana passada, a Câmara dos Deputados, vale lembrar, aprovou um aumento, também escalonado, para presidente, vice, ministros, senadores e deputados federais.

Após essa aprovação, entrou em pauta o projeto sobre os parlamentares de Goiás. A segunda votação está prevista para quarta-feira (28/12), em mais uma sessão extraordinária,


Leia mais sobre: / / / Política