21 de junho de 2024
Cidades

Agendada para sexta a nova audiência sobre mudanças no Plano Diretor de Goiânia

A Prefeitura de Goiânia, por intermédio da Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo (Seplam), realizará na próxima sexta-feira, 23, a segunda audiência pública que discutirá as novas propostas de atualização do Plano Diretor de Goiânia.

A atividade, que acontecerá às 9h30, no auditório do sexto andar do Paço Municipal, tem como fundamento o artigo 225 da Lei Complementar de número 171 de 29 de maio de 2007 e que apresentará a minuta resultante da primeira audiência, ocorrida no dia 11 de abril deste ano.

De acordo com o secretário de Planejamento, Lívio Luciano, dentre as atualizações do Plano de Diretor da Capital, a busca de conciliar o desenvolvimento da cidade com sustentabilidade é um dos principais pontos abordados nas alterações.

“Não podemos desvencilhar o desenvolvimento da sustentabilidade. Os dois temas têm que ser um busca constante do executivo municipal”, disse. Como a realização da segunda Audiência Pública, Lívio Luciano revela que a prefeitura se antecipa ao sugerir e discutir com a sociedade, de maneira geral, medidas técnicas e mitigadoras a serem inseridas no Plano Diretor.

O secretário lembra ainda, que conforme foi estabelecido na audiência em abril, haverá adaptações em alguns artigos, correções nas estruturas viárias, permissões de instalação de galpões em localidades específicas como no Anel Viário, Perimetral Norte e nas GOs e BRs que cortam Goiânia, além da criação de novos pólos industriais e a adaptação do mapa espacial da cidade ao Plano Diretor.

“A nossa intenção é corrigir os problemas que são emergenciais, reajustar as atuais densidades ao longo dos eixos de desenvolvimento, com a finalidade de promover a sustentabilidade socioambiental e econômica da capital goiana”, acrescenta.

Além dos técnicos de diversas áreas da Prefeitura de Goiânia, integrarão à segunda audiência pública sobre o Plano Diretor representantes da Câmara Municipal, Ministério Público de Goiás (MP-GO), Sindicato da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Sinduscon-GO), Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU-GO), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO), dentre outras entidades que participarão do evento que será aberto ao público.


Leia mais sobre: Cidades

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .