26 de maio de 2024
INCIDENTE • atualizado em 11/03/2024 às 20:22

Aeronave da Latam sofre problemas técnicos entre Austrália e Nova Zelândia

Cerca de 50 pessoas ficaram feridas com o incidente
Segundo a Latam, o problema ocasionou um “forte movimento”. (Foto: Airbus)
Segundo a Latam, o problema ocasionou um “forte movimento”. (Foto: Airbus)

Em um voo da Latam entre a Austrália e a Nova Zelândia nesta segunda-feira (11), cerca de 50 pessoas passaram por triagem no aeroporto. A aeronave fazia a rota entre Sydney e Santiago, com escala em Auckland, na Nova Zelândia, quando perdeu altitude subitamente, fazendo com que alguns tripulantes e passageiros batessem a cabeça no teto. As informações foram divulgadas pela imprensa da Nova Zelândia.

Com o incidente, 12 pessoas precisaram ser encaminhadas para o hospital, entre elas três tripulantes. Segundo informações de um porta-voz da ambulância Hato Hone St John, encontra-se em estado mais grave e os demais feridos apresentam quadro moderado ou leve.

Por meio de nota, a Latam informou que houve um problema técnico causando o “forte movimento”. Além disso, foi informado que os tripulantes e passageiros receberam assistência imediata.

O voo para Santiago foi cancelado, mas uma nova viagem foi marcada para terça-feira (12). Os passageiros têm direito a hospedagem e alimentação fornecidas pela empresa.

Confira a nota na íntegra:

“O LATAM Airlines Group informa que a aeronave do voo LA800 (Sydney-Auckland-Santiago), que transportava 263 passageiros e 9 tripulantes técnicos e de cabine, apresentou uma forte movimentação cujas causas estão sendo investigadas. O B787 de matrícula CC-BGG pousou às 16h26 (horário local) no aeroporto de Auckland, conforme programado.

Como resultado do incidente, 10 passageiros (2 com nacionalidade do Brasil, 1 da França, 4 da Austrália, 1 do Chile e 2 da Nova Zelândia) e 3 tripulantes de cabine foram levados a um centro médico para verificar o seu estado de saúde, e a maioria já recebeu alta. Somente 1 passageiro e 1 tripulante apresentam lesões que exigem mais atenção, mas sem risco. 

Em paralelo, o LATAM Airlines Group está trabalhando de forma coordenada com as autoridades competentes para auxiliar nas investigações sobre o caso.

Para os passageiros que seguirão viagem com destino a Santiago (Chile) foi programado um novo voo (LA1130) para 12 de março de 2024, com decolagem em Auckland prevista para as 20h (horário local). A LATAM forneceu alimentação, hospedagem e transporte aos passageiros afetados pela suspensão do voo.

O LATAM Airlines Group tem como prioridade dar assistência aos passageiros e tripulantes do voo, e lamenta os inconvenientes causados por esta situação. Além disso, reforça o seu compromisso com a segurança como um valor inegociável das suas operações”.


Leia mais sobre: / / / / / / Mundo

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.