26 de maio de 2022
Destaque

Acusados de matar o próprio pai por desaparecimento e morte da mãe são presos

Dois homens foram presos após matarem pai - que é investigado em ter matado a esposa (Foto: Divulgação/PCGO)
Dois homens foram presos após matarem pai - que é investigado em ter matado a esposa (Foto: Divulgação/PCGO)

Dois homens, com 26 e 28 anos, foram presos pela Polícia Civil de Caldas Novas, acusados de cometer o homicídio do pai, que tinha 54 anos. Ele e a esposa, de 47 anos, tinham problemas conjugais, de acordo com os familiares. O corpo da mulher foi encontrado numa área rural da cidade. A ocorrência foi aberta nesta segunda-feira (24/01).

O caso começa quando o homem sai com a esposa no começo da noite e não retorna à casa. A Polícia recebe a ocorrência por volta da meia noite, já na terça-feira (25/01). Neste intervalo, os familiares passaram a procurar por ela. Havia informações de que os filhos de ambos, localizaram o veículo pertencente ao genitor (GM/Chevete) próximo à pista de aeromodelismo na zona rural de Caldas Novas. Os homens levaram o veículo para a chácara do pai.

Por volta das 2h da madrugada, os irmãos foram até a chácara do pai onde o encontraram. Ele estava saindo do mato desnudado. Pai e os filhos entraram em luta corporal culminando com os jovens amarrando o genitor em uma árvore. A partir daí, começaram a torturá-lo em busca de informações de onde estaria a mãe. As agressões envolviam socos e também utilizaram um pedaço de pau. Em dado momento, os irmãos teriam jogado óleo diesel no corpo do pai, não conseguindo incendiá-lo. 
O pai não resistiu às agressões e acabou falecendo no local. Na sequência, os filhos fugiram. Posteriormente, a Polícia Militar localizou o corpo da mãe, que estava desaparecida, na zona rural de Caldas Novas, próximo à ponte do Rio Parapitinga.

Continua após a publicidade

As diligências continuaram até que a Polícia Civil conseguiu efetuar a prisão em flagrante dos dois irmãos, investigados pela morte do pai – homicídio qualificado por meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Agora, as investigações continuam a fim de confirmar se o progenitor matou a esposa.

Leia mais sobre:
Brasil Destaque