26 de fevereiro de 2024
Aliança

Aava Santiago lembra que frente ampla em Goiânia começou em 2021 e defende permanência nas eleições 2024

A tucana defende que PSDB caminhe junto com outras forças progressistas
Aava Santiago na Câmara dos Vereadores (Foto: Câmara Municipal)
Aava Santiago na Câmara dos Vereadores (Foto: Câmara Municipal)

A presidente metropolitana do PSDB em Goiás, Aava Santiago defende que uma frente ampla progressista articule de forma conjunta uma candidatura majoritária as eleições municipais de Goiânia em 2024 e lembra ao Diário de Goiás que essa configuração já vinga na capital desde 2021, na Câmara dos Vereadores.

Ela cita como como exemplo as Comissões de Educação e de Direitos Humanos no legislativo goianiense. Antes de ser eleito deputado estadual, Mauro Rubem (PT) era o vice da tucana nas duas comissões sempre atuando juntos de forma sinérgica e não entrando em atritos, apesar das diferenças partidárias históricas entre as legendas.

“Sem nenhum tipo de melindre e disputa. Toda a sustentação que eu e Mauro precisamos tivemos um do outro”, relembra em entrevista concedida à reportagem do Diário de Goiás. A tucana pontua que o bom relacionamento continua, mesmo com Mauro Rubem na Assembleia Legislativa.

O bom relacionamento da tucana com os petistas vem desde antes do segundo turno das eleições, quando o diretório do PSDB em Goiânia sacramentou o apoio ao então candidato vitorioso à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Fomos o único diretório do PSDB que apoiou o Lula enquanto executiva de forma oficial e eu não sofri nenhuma represália sobre isso. Ao contrário, recebi todo o suporte que precisava”, relembra.

Aava também, “a príncipio”, frisa, descarta encabeçar uma candidatura majoritária nesse sentido. “Passa pela minha cabeça disponibilizar toda a musculatura que eu adquiri nesse processo para auxiliar o presidente Lula e Goiânia a ter uma candidatura competitiva”, pontua.

Para ela, não haverá dificuldades dentro do PSDB goiano em se direcionar à centro-esquerda em uma candidatura com outras frentes progressistas até com o ex-governador Marconi Perillo em meio a articulação. Ela lembra que o tucano é amigo pessoal do vice-presidente Geraldo Alckmin e que ambos foram governadores juntos.

“Dentro do que estamos construindo e com o governador Marconi Perillo que é o nosso presidente estadual que temos completa abertura, haja vista que ele é muito amigo do Geraldo Alckmin, vice-presidente. Foram governadores juntos. Existe um campo especialmente para continuar com essa aliança aqui em Goiânia”, pontua.


Leia mais sobre: / / / / Política

Domingos Ketelbey

Jornalista e editor do Diário de Goiás. Escreve sobre tudo e também sobre mobilidade urbana, cultura e política. Apaixonado por jornalismo literário, cafés e conversas de botequim.