29 de maio de 2024
Esportes

Andressa Alves projeta a decisão do Brasil por vaga contra a Jamaica na Copa do Mundo Feminina

Andressa - Seleção Brasileira (Foto - Thaís Magalhães)
Andressa - Seleção Brasileira (Foto - Thaís Magalhães)

A Seleção Feminina está se aproximando do último desafio na fase de grupos da Copa do Mundo FIFA 2023. Até o momento, a Canarinho conquistou uma vitória diante do Panamá e sofreu uma derrota contra a França. Agora, o Brasil se prepara para enfrentar a Jamaica, buscando garantir a passagem para a próxima fase da competição. Só a vitória interessa para a Seleção. 

No Mundial de 2019, o Brasil encontrou a Jamaica na fase de grupos e garantiu a vitória por 3 a 0. Na entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (31), Andressa Alves enfatizou que a equipe jamaicana que enfrentarão nesta Copa do Mundo não pode ser comparada àquela de quatro anos atrás.

“A gente sabe da dificuldade que vai ser contra a Jamaica, porque não é a Jamaica de 2019,  Pelo contrário, é uma seleção muito bem estruturada e que a gente vai ter que jogar tudo, porque é uma final. Em final, não se joga, se vence. Então, a gente tem que entrar com esse pensamento, o importante não é golear, o importante é ganhar de 1 a 0 e fazer os três pontos e passar de fase”, afirmou.

A preparação psicológica para o último desafio na fase de grupos será um ponto-chave para o Brasil. Consciente do desafio à frente, a meia-atacante destacou que o confronto contra a Jamaica será difícil e exigirá total foco e determinação da Canarinho.

“Elas têm um objetivo que é passar de fase, todo mundo joga por alguma coisa. O Brasil está jogando para passar e elas também. Vai ser um jogo muito difícil e que a gente tem que estar concentrado do primeiro ao último minuto e não se desesperar. Se o gol não sair no começo, continuar trabalhando, continuar envolvendo a Jamaica, porque o nosso ataque é potente e eu confio muito na gente”, destacou.

Com a derrota para a França, a Seleção ocupa atualmente o terceiro lugar no Grupo F, somando três pontos. Enquanto isso, a Jamaica empatou seu primeiro duelo e venceu o segundo jogo, acumulando quatro pontos. Dessa forma, as jamaicanas chegam ao próximo confronto com a vantagem de poder avançar para a próxima fase com um empate contra o Brasil.

“O Brasil ainda é favorito contra a Jamaica. A gente depende só da gente, então temos que mostrar a nossa força dentro de campo. É um jogo que não tem margem para erro, temos que fazer o nosso melhor jogo até agora na competição. Eu confio no meu time, eu sei que o Brasil tem futebol para ganhar”, finalizou.

Brasil e Jamaica se enfrentam nesta quarta-feira (2), às 7h (de Brasília), no estádio Retangular de Melbourne, em Melbourne (AUS). A partida contará com a transmissão da TV Globo, Sportv, CazéTv e FIFA+

(Conteúdo – CBF News)


Leia mais sobre: / / Esportes