24 de junho de 2024
Política

#FORAMARCONI – 2° Edição leva famílias às ruas e engrossa o coro de protesto

Mobilização leva mais de 4 mil pessoas às ruas em pleno feriado na continuaçao dos protestos contra o governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB).

O Pátio da Assembleia Legislativa de Goiás ficou mais colorido na manhã deste sábado (21). Manifestantes que estampavam as cores verde e amarela nos rostos lotaram a Alameda das Rosas em protesto ao governador do Estado, Marconi Perillo (PSDB). Em sua segunda edição, o ForaMarconi superou a primeira mobilização levando desta vez mais de 4 mil pessoas às ruas em pleno feriado. Pais, filhos, tios e avós saíram de casa com a cara pintada e cartazes nas mãos pedindo a antecipação do fim do mandato do governador tucano.

Ao som do Hino Nacional, manifestantes de todas as idades marcharam pela Avenida Alameda das Rosas e seguiram até a Praça Tamandaré e dalí partiram para Praça Cívica, onde finalizaram as atividades de expressão popular. A presença maciça de crianças levou um clima ameno e esperançoso aos goianos que revelam sua indignação com o cenário político atual. Fabiano Melo fez questão de levar seus três filhos, Julia (7), Lucas (5) e Matheus (3), ao ato que marca a história política goiana. “Quero que eles façam parte deste momento de transição. Estamos presenciando a mudança que chega ao Estado de Goiás e meus filhos vão desfrutar disso no futuro. Quero Goiás melhor para eles, quero Goiás sem Marconi”, declarou o pai.

O carro de som ficou aberto aos manifestantes que quisessem puxar seus gritos de guerra. Desta vez, além do próprio governador, os deputados estaduais, federais e secretários da administração tucana também foram vaiados. Um representante do PSDB jovem tentou participar da manifestação, mas foi vetado com vaias que impediram sua fala quando declarou sua filiação partidária.

Gravações divulgadas na última semana deram conta de que o governador de Goiás teria nomeado funcionários a pedido do bicheiro Carlinhos Cachoeira além da revelação de uma sociedade entre o governador goiano e representantes da contravenção na compra de um avião no valor de R$ 4 milhões. Outra série de gravações, envolvendo o presidente da empreiteira campeã de contratos públicos, a Delta Construções, sugere que a empresa fazia pagamentos ilegais a políticos da administração estadual goiana.

Por essas e outras que a população do Estado justificarou suas saídas de casa para fazer propagar os gritos: Fora Marconi! Marconi, bicheiro, devolve o meu dinheiro! Puta que pariu, Marconi é a vergonha do Brasil! Marconi é ditador, não governador! …

2012-04-21 10.37.53

 

 

Um dos fenômenos desta manifestação é a quantidade de vídeos e fotos disponíveis com produções de fontes diversificadas.

Veja um destes.

{youtube}TrWtgDzUXEo{/youtube}


Leia mais sobre: Política