25 de abril de 2024
Leandro Mazzini

100% pela vida

Católicos e evangélicos estão unidos para exigir da presidente Dilma Rousseff vetos ao projeto de lei complementar (PLC 3/2013) que prevê a realização de aborto a qualquer momento e sem autorização judicial. Deputados João Campos (PSDB-GO), Marcos Feliciano (PSC-SP), entre outros da bancada evangélica na Câmara, defendem o veto total à proposta. A CNBB, com o apoio de entidades como o movimento Pro Vida, quer veto parcial. Juntos, realizam ato político hoje, 14h, em frente ao Palácio do Planalto.


 

Lobinho manso

Saindo de uma reunião com colegas de Esplanada e a presidente Dilma Rousseff, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB-MA), foi indagado por um ministro por seu silêncio. E por que não o defendeu perante a chefe numa argumentação.

Lobão, à meia voz e olhos arregalados, desconversou e confessou:

– Quem? Eu?! Eu morro de medo dela!

 

 

       

Alerta

Senador Gim Argello (PTB-DF) e Padre Paulo Ricardo, do ProVida, alertarão ministra da Casa Civil Gleise Hoffmann sobre desgaste político se Dilma sancionar o texto.

Contando o prazo

A presidente tem 15 dias úteis para sancionar a lei. Prazo, em curso, terminará logo após a visita do Papa Francisco à Jornada Mundial da Juventude. Desgaste será iminente.

Nascituro

Décio Lima (PT-SC) é criticado na CCJ por não designar relator a Estatuto (PL 478/13) que prevê direito a um salário mínimo às crianças concebidas de violência sexual.

Caiu na rede …

Em tempos pré-eleitorais, se alguém teve alguma capitalizada política, segundo um deputado petista, foi Marina Silva. As próximas pesquisas deverão acusar o quanto.

Peixe grande

Operação Faraó deflagrada pela Polícia Civil do DF apreendeu seis carros de luxo de grileiros que atuavam na região de condomínios do Altiplano Leste. A quadrilha vendia cerca de 400 lotes em áreas irregulares a preços entre R$ 80 mil e R$ 400 mil. Polícia recolheu dois Land Rover, dois Range Rover, uma Saveiro e uma Hilux nova.

Sindicatão

Ministério do Trabalho indeferiu pedido do Sindilegis de promover mudança estatutária para absorver em sua base de contribuição aposentados e pensionistas. Criação de nova entidade de servidores comissionados ameaça soberania do sindicato do legislativo.

Grupo de trabalho

Ex-relator de projetos sobre reforma política, deputado Henrique Fontana (PT-RS) não aceita indicação de Cândido Vacarezza (PT-SP) para coordenar GT sobre tema.

Reformado

Presidente da Casa, Henrique Alves (PMDB-RN) tentou apaziguar ânimos ao lembrar que o PT poderá indicar dois nomes. Nos bastidores, intenção é renovar interlocução.

Vácuo

Véspera de recesso com pronunciamentos no vácuo, em plenário vazio. Na Câmara, o deputado Izalci (PSDB-DF) falava só para a TV Câmara, longos minutos antes de terminar a sessão. O telespectador não sabe, mas até a galera do cafezinho estranha.
________________________________________________________

Com Maurício Nogueira e Adelina Vasconcelos


Leia mais sobre: Leandro Mazzini

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .

Recomendado Para Você

Leandro Mazzini

Pizzolato na Papuda

Leandro Mazzini

A blindagem do juiz Sérgio Moro