5g

As primeiras transmissões de tecnologia nacional de 5ª geração para comunicação móvel serão realizadas na próxima quinta-feira (31), pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em Brasília.

A tecnologia foi desenvolvida pelo Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), que defende o uso do 5G em conexões de banda larga em regiões remotas do País, onde a densidade populacional é reduzida.

Para viabilizar as transmissões, a empresa desenvolveu transceptor exclusivo, o qual deve permitir a ampliação do raio de cobertura de redes móveis para 50 quilômetros.

“Os benefícios educacionais, sociais e econômicos serão enormes. Será possível aumentar a produtividade do campo, levar mais oportunidades de formação para quem está em áreas remotas, enfim, oferecer a chance de mais e mais cidadãos participarem da Era da Informação”, explicou o coordenador de Pesquisa do Centro de Referência em Radiocomunicações, Luciano Leonel Mendes.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA