logomarcadiariodegoias2017

Reprodução
candidato lula

A direção nacional do PT se reúne nesta quinta-feira (25) para reafirmar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva a presidente da República, um dia depois da derrota do petista por unanimidade no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

A reunião da executiva, na sede nacional da CUT (Central Única dos Trabalhadores), na região central de São Paulo, conta com a presença de Lula. Ele foi recebido ao som do refrão "olê, olê, olá, Lula, Lula", cantado pelos filiados.

Também participam as principais lideranças da sigla, como a presidente nacional Gleisi Hoffmann (PR) e os vice-presidentes. A ex-presidente Dilma Rousseff também teve a presença confirmada.

O rigor da sentença desta quarta-feira (24) encurtou o cronograma projetado pelo PT para brigar pelo registro do nome de Lula na disputa pelo Planalto, mas o partido reiterou a intenção de registrar a candidatura dele.

Ao mesmo tempo, intensificaram-se as discussões reservadas sobre a possibilidade de um plano B, caso o ex-presidente seja impedido. São cotados o ex-governador baiano Jaques Wagner e o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad.

O encontro da executiva tratará dos cenários a partir de agora, inclusive com a possibilidade de prisão de Lula.

Os governadores Wellington Dias (PI), Rui Costa (BA), Fernando Pimentel (MG), Camilo Santana (CE) e Tião Viana (AC), todos do PT, estão no encontro.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH