logomarcadiariodegoias2017

Mesa Diretora convocou sessão extra para tarde desta quarta (Foto: Site da Alego)
plenario assembleia

Um dos projetos mais polêmicos que tramitam na Assembleia Legislativa de Goiás é o que autoriza a concessão de trechos de rodovias estaduais para a iniciativa privada. Nesta quinta- feira (20), houve muita conversa e várias articulações entre deputados da base governista e da oposição. Apoiadores do governador Marconi Perillo cobram que sejam inseridas algumas regras, por exemplo, prazo para a duplicação de rodovias.

O deputado Gustavo Sebba (PSDB) entende que seria importante estabelecer prazo para duplicação. Ele citou que na rodovia entre Goiânia e Catalão poderia se definir um período de até dez anos para que a vencedora do processo faça a duplicação do trecho. Daniel Messac (PSDB) entende que como haverá cobrança de pedágio o governo poderia voltar a isentar o IPVA de veículos que tenham acima de 10 anos de uso e não 15 como é hoje.

Pelo lado da oposição, o deputado Luís César Bueno (PT) entende que é preciso se definir várias regras para que não fique um “cheque em branco” para as vencedoras do processo. O deputado José Nelto (PMDB) cogitou pedir a retirada da matéria.

Nos bastidores, deputados da base governista informaram a reportagem que há grande dificuldade de se aprovar o projeto da forma que o governo enviou, justamente pela falta de alguns parâmetros. Parlamentares ainda temem desgastes às vésperas do processo eleitoral. A matéria deverá ser analisada até a próxima sexta-feira (22) data prevista para encerrar as atividades do ano legislativo.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA