Governador Marconi Perillo (PSDB). (Foto: Walter Alves)
coletiva marconi perillo foto walter alves

Na entrevista que concedeu às rádios da região Norte, Nordeste, do Vale do Araguaia e do Vale do São Patrício, nesta terça-feira (28), no Palácio das Esmeraldas, o governador Marconi Perillo disse que o gesto dele e do senador Tasso Jereissati de abrir mão das candidaturas à presidência do PSDB para um candidato de consenso, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi em busca da união e do fortalecimento do partido. “O mais importante não é o projeto pessoal e nem a vaidade, o mais importante é colaborar com esse momento vivido pelo Brasil”, afirmou.

Para ele, o Brasil precisa de um bom presidente e o PSDB tem bons nomes. “Com esse gesto meu e do senador Tasso Jereissati nós estamos contribuindo com o PSDB, para a viabilização de uma boa candidatura e pra vitória”, disse acrescentando que as prévias é que vão definir quem será o candidato do partido à presidência da República em 2018. “Não vou dizer se será o Geraldo Alckmin ou o Arthur Virgílio, ou mesmo o Dória, que também não deixa de alimentar esse sonho, isso vai depender das prévias. São nomes bons. Esse acordo de ontem ajudou muito a fortalecer o partido”, salientou o governador Marconi.

Sobre participar da direção nacional, Marconi disse ainda que vai continuar colaborando com o partido, tendo ou não cargo na executiva. “Já estava consensuado de que teríamos um diretório único. Depois, fizemos um acordo para escolher, quem vencesse, em consenso, os membros da executiva. E ontem chegamos à conclusão de que abriríamos mão para garantir a unidade”, observou.

Indagado sobre o candidato do PSDB à sucessão estadual, o governador Marconi foi enfático: “Zé Eliton é o nosso candidato, o candidato do PSDB à sucessão em 2018. Pra mim, a candidatura dele é consensual e pacífica dentro do PSDB. Tenho feito o que poso para agregar à candidatura de Zé Eliton e ele tem feito a parte dele também. Estamos conduzindo bem, conversando com os partidos e com a lideranças”.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA