Convenção foi realizada neste sábado (11). Foto: Samuel Straioto
convencao psdb goias

O PSDB realizou neste sábado (11), a convenção estadual do partido. O deputado federal Giuseppe Vecci segue como presidente da legenda em Goiás no biênio 2018-2019. Diferente do diretório nacional em que há uma disputa entre o governador Marconi Perillo e o senador Tasso Jereissati (CE), no estado não há grandes polêmicas. O vice- governador José Éliton Júnior avalia que o clima de tranquilidade dentro do PSDB facilita na construção do projeto político.

José Éliton afirmou que lideranças do PSDB vem conversando com dirigentes de outras legendas para a construção de alianças. Se dentro do “ninho tucano” o clima é de tranquilidade, fora dele, há uma disputa para saber quem será o vice de José Éliton nas eleições para governador de Goiás e ainda a disputa para vagas no senado.

O vice-governador afirmou que não conversou apenas com as legendas que vem se manifestando que terá candidatura própria nas eleições do próximo ano.

“O PSDB está unido, sólido. Estamos conversando com partidos que compõem a base, com partidos que outrora não estavam na base. Só não conversamos com partidos que já tem candidaturas lançadas, por respeito a legitimidade dos partidos. Os demais partidos estão conversando e espero que a base seja até mesmo ampliada”, destacou José Éliton.

O presidente do PSDB em Goiás, Giuseppe Vecci afirmou que no estado o partido conta com cerca de 80 mil filiados, em locais em que há diretórios municipais ou comissões provisórias. Ele afirmou que a legenda continuará procurando novas filiações.

“Vamos continuar mobilizando a base, oxigenando o partido com novas filiações. O PSDB tem ajudado o Brasil, a Goiás a se desenvolver. O PSDB tem um DNA ligado a boas gestões. Nesse momento difícil que o momento vive, o PSDB pode colaborar”, declarou.

Quadro Nacional

Em relação ao quadro nacional, o deputado Giuseppe Vecci defendeu a ação tomada por Aécio Neves por afastar Tasso Jereissati para garantir equilíbrio na disputa interna do diretório nacional do PSDB.

“Quem deseja democracia externa, tem que defender a democracia interna. O senador Tasso vai disputar nas mesmas condições do governador Marconi Perillo. Eu vou trabalhar até o último instante para que o governador Marconi Perillo consiga pacificar o partido. Nosso esforço é tentar elegê-lo”, declarou.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA