policia101O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Ricardo Balestreri, celebrou a constante modernização da Polícia Técnico-Científica na manhã desta segunda-feira (06/11), em evento realizado no Auditório Mauro Borges, em Goiânia. A cerimônia, que marca a nova estruturação da PTC em Goiás, teve a presença do governador Marconi Perillo e do vice-governador Zé Eliton.

Foi anunciada a criação das Seções de Patologia Forense e de Psiquiatria e Psicologia Forense, do Núcleo de Inteligência Estratégica e dos Laboratórios de Criminalística Especializados.

“Agora, a Superintendência da PTC tem seis novos núcleos regionais em Posse, Caldas Novas, Goianésia, Porangatu, Campos Belos e Mineiros. As unidades já estão em funcionamento e, com isso, a quantidade de núcleos subiu de 14 para 21 unidades”, diz a superintendente Rejane Barcelos.

“Este é um dia de celebração que coroa todo o processo de esforço de modernização que é feito ao longo dos anos com afinco pela Polícia Técnico-Científica”, afirma Balestreri. “Pelas características do mundo em que vivemos, que é profundamente complexo, onde a criminalidade adquire cada vez mais requintes de sofisticação, a PTC responde com modernidade e inteligência”, afirma.

Ele também exaltou o incentivo do vice-governador Zé Eliton, que o antecedeu na Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária, na modernização da PTC. Além disto, destacou as forças policiais em Goiás. “Não se faz mais segurança pública com empirismo e amadorismo, mas com conhecimento científico e boas técnicas. É isso que faz com que os índices de criminalidade declinem com o tempo”, diz.

“Temos o que celebrar em Goiás, sabendo que a luta continua, mas hoje somos o único estado que derruba todas as taxas de criminalidade em todo o Brasil”, afirma o titular da SSPAP. “Tivemos uma queda consistente em 40% nas taxas de latrocínio”, destaca.

Modernidade

Com a nova Seção de Patologia Forense, os exames, antes terceirizados, passarão a ser feitos em Goiânia, no laboratório localizado na sede da SPTC, no Setor Cidade Jardim. A Seção de Psiquiatria e Psicologia Forense, por sua vez, realizará avaliações psiquiátricas e psicológicas, de acordo com as demandas judiciais.

“Vocês agregam a ciência e todas as tecnologias e transformam a PTC em um leque ampliado na defesa do cidadão”, diz Marconi Perillo. Já o vice-governador Zé Eliton, reafirmou o orgulho em ver as policias goianas serem referências no cenário nacional.

No âmbito da psiquiatria, serão realizados exames de sanidade mental, interdição, responsabilidade penal, anulação de ato jurídico, avaliação de periculosidade, além de perfil psíquico de pessoa morta.

No que se refere à psicologia, um exemplo da relevância do serviço a ser prestado é o da perícia psicológica em casos de estupro de vulnerável, quando não há marcas físicas.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA