marconi doria jose eliton vittiA galeria lotada, o plenário enriquecido de autoridades como o governador Marconi Perillo, o vice-governador, José Eliton, o presidente do Tribunal de Justiça, Gilberto Marques Filho, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, além de deputados estaduais e federais de Goiás e de São Paulo e representantes de vários segmentos da sociedade, testemunharam no final da tarde desta quinta-feira (19) a sessão solene extraordinária da Assembleia Legislativa para a entrega do título de cidadão goiano ao prefeito de São Paulo, João Dória. Em sua fala, ele disse ser testemunha do trabalho de Marconi para fazer de Goiás um estado promissor e próspero.

Proposto pelo presidente José Vitti (PSDB) e subscrito pela unanimidade dos parlamentares, o título foi solenemente entregue pelo parlamentar, o governador Marconi Perillo e o vice-governador, José Eliton. Em seu discurso, Vitti discorreu sobre a trajetória do homenageado e os motivos que o fizeram merecedor do título.

Ele respondeu, desta feita publicamente, àqueles que o têm questionado sobre as razões de conceder o título de cidadania ao prefeito de São Paulo, João Dória. Excetuando os laços de amizade e afetuosidade que os unem e, na mesma medida e intensidade aproxima o prefeito paulistano a muitos outros goianos e goianienses, dentre os quais o governador Marconi Perillo, Vitti destacou a atuação do homenageado em ações auxiliares que visaram a atração de empresas para Goiás.

João Dória, nas palavras de Vitti, teve ainda participação fundamental na intermediação do diálogo entre os governos de Goiás e de São Paulo para que se estabelecesse consenso em divergências de ordem tributária. “Ele emprestou sua credibilidade como empresário e seu trânsito político junto ao governador Geraldo Alckmin, para evitar que houvesse uma guerra fiscal entre os estados. Sua ação como interlocutor resultou na convalidação e consolidação dos incentivos fiscais concedidos pelo governo de Goiás. Ação que ajudou na permanência de grandes conglomerados industriais e a manutenção de milhares de emprego em Goiás ”, reconheceu.

Presidente do LIDE, o grupo de líderes empresariais que reúne mais de 1.700 empresas no País, João Dória foi reconhecido por José Vitti como uma das lideranças do meio produtivo que mais colaboraram com o Governo de Goiás para o fortalecimento da economia goiana. “Sei que o papel de João Dória na atração de investimentos para Goiás nem sempre apareceu como deveria. Mas seus frutos são inquestionáveis. E eu posso atestá-los pessoalmente”, discursou.

Ao referir-se ao governador Marconi Perillo e ao vice-governador, José Eliton, o presidente da Assembleia os considerou “dois grandes gestores públicos que espelham o futuro do País”. Marconi, segundo ele, “tem perfil arrojado, inovador e republicano”, e o prefeito João Dória “soma-se ao governador de Goiás como expoente da atual geração de líderes políticos do Brasil e também do PSDB”.

Para José Vitti, apesar das dificuldades que o País atravessa, Goiás tem conseguido ser um polo de atração de investimentos para empresas de todos os lugares do mundo. Parte desta bem sucedida estratégia, segundo ele “foi bem desenhada pelo governador Marconi e toda a sua equipe também capitaneada pelo vice-governador José Eliton”. 

Por fim considerou que o governador Marconi Perillo consegue equilibrar ação eficiente da máquina pública a um ambiente de segurança jurídica e estabilidade econômica.

João Dória reconheceu que “como fundador e presidente do LIDE”, teve orgulho de realizar aqui eventos importantes, com o apoio e a presença do governador. “Foram eventos ligados à indústria de alimentos, que recebe os insumos de Goiás, que é a fronteira agrícola brasileira”, observou. 

O prefeito de São Paulo também destacou que em Goiás teve a oportunidade de realizar programas de cidadania e segurança pública, além de diversos eventos internacionais, “onde assisti o governador convencer investidores internacionais a realizarem seus investimentos no Estado”.

Ao acreditar que a partir de janeiro do ano que vem o Brasil retomará o seu crescimento, Dória considerou alvissareira a informação “para um Estado produtor que tem a dimensão e a grandeza de Goiás, que alimenta e ainda exporta através da sua eficiência”. Segundo ele, “os últimos quatro anos foram de recessão econômica, mas em Goiás praticamente todas as empresas do agronegócio cresceram muito”.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA