marconi congressoO governador Marconi Perillo e os ministros do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Henrique de Oliveira, prestigiaram a abertura do 20º Congresso Brasileiro de Corretores de Seguro, maior evento do mercado no Brasil, tendo como tema central "O Seguro na Era Digital”, na noite desta quinta-feira (12/10), Dia Nacional do Corretor de Seguros. Acontece, paralelamente, o 4º Congresso Brasileiro de Saúde Suplementar e a 19ª Exposeg, no Teatro Rio Vermelho do Centro de Cultura e Convenções de Goiânia.

"Há 20 anos eu tive a oportunidade de participar do mesmo congresso, quando eu era deputado federal, e agora Goiânia recebe novamente o congresso cujo o mercado é muito importante para a economia nacional e um grande gerador de empregos. Eu sempre apoiei este setor, desde quando era eu deputado estadual", disse Marconi. 

O presidente Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Armando Vergílio, lembrou que o governador tem, historicamente, "uma ligação forte" com a categoria e "com o nosso setor", e ressaltou que "nesses 20 anos crescemos e colecionamos algumas cicatrizes, mas sempre em busca de soluções, fugindo da zona de conforto e seguindo o caminho do avanço tecnológico".

"O Armando Virgílio me pediu para fazer um paralelo desses últimos 20 anos em Goiás. Nesse período, nosso PIB cresceu mais de 10 vezes e nossas exportações 25 vezes nos últimos 20 anos. Antes, nós transacionávamos com 40 países, e hoje transacionamos com mais de 150 países. Nós fomos o segundo estado brasileiro que mais gerou empregos no país, com saldo positivo de 47 mil empregos só nos primeiros oito meses deste ano. Goiás cresce acima da média nacional", relatou Marconi.

Sobre a Reforma da Previdência, ele disse que o país não conseguiu apresentar, de uma forma clara, a realidade do que está acontecendo em relação à Previdência. “Hoje, muita gente se aposenta com 48 anos, por exemplo, e ganhando muito. Aqui em Goiás nós temos um déficit de R$ 2 bilhões na Previdência", afirmou.

O superintendente de Seguros Privados (Susep), Joaquim Mendanha, ao falar da necessidade de ousadia no trabalho dos corretores de seguros, citou como exemplo o fato de estar há um ano fora de Goiás, com base no Rio de Janeiro, mas viajando por todo o país, e "ouvido elogios ao nosso Estado, principalmente à política do governador Marconi de fortalecimento da economia, de geração de empregos e da melhoria de renda dos trabalhadores".

Temas do congresso - As discussões vão abordar alguns desafios como o combate à pirataria e às mudanças na legislação que trazem forte impacto nos negócios de corretores e seguradoras. Ainda são destaques do encontro tópicos como as insurtechs e outras novidades geradas com os avanços da tecnologia da informação, como os Digital Influencers.

O presidente da Escola Nacional Seguros, Robert Bittar, anunciou que o Governo Federal baixou "uma portaria que permite à Escola Nacional a realização de cursos de pós-graduação a distância". Segundo o presidente da Confederação Nacional de Seguros, Márcio Coriolano, "o setor de seguros tem, no Brasil, ativos da ordem de R$ 1 trilhão".

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, falou aos corretores de seguros do otimismo do Governo Federal com a retomada do crescimento econômico e da consequente geração de empregos no país. "Nós estamos no sétimo mês consecutivo de geração de empregos, com 30 mil novos postos de trabalho em 2017", afirmou.

"O Brasil entra, agora, num ciclo de crescimento constante, enfrentando a necessidade das reformas estruturantes, a melhoria do ambiente de negócios, segurança jurídica e modernização do serviço público, tudo isso aliado à queda da inflação e dos juros. E com esse cenário, o setor de seguros tem crescido acima do PIB", acrescentou o ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira.

Simultaneamente ao Congresso, está sendo realizada a 19ª Exposeg, na qual seguradoras e prestadores de serviços vão apresentar suas novidades e projetos para os congressistas. A expectativa dos organizadores do evento é a de  reunir cinco mil corretores, seguradores e demais agentes do setor até sábado (14/10).

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA