thiago e marconiO deputado federal Thiago Peixoto acompanhou o governador hoje, em Goianésia, durante inauguração da reconstrução de 33 quilômetros da GO-338, no trecho até o distrito de Juscelândia. Representante do município na Câmara Federal, o deputado comemorou a nova rodovia e também a entrega de Cheques Moradia – modalidade Complemento – para 236 famílias, no valor total de R$ 1 milhão 557 mil e 500 reais. A entrega dos Cheques Moradia fazem integra o plano de construção de 500 moradias no Jardim do Cerrado. 

“Marconi e José Eliton resgatam compromissos importantes com a nossa Região”, frisou o parlamentar, que apontou a participação do ex-prefeito da cidade e atual presidente da Saneago, Jalles Fontoura, no projeto. “Teve envolvimento de muita gente, de muitas pessoas, como do amigo Jalles Fontoura. Como prefeito de Goianésia,  viabilizou esta série de obras que vemos aqui hoje. Quero também destacar o papel do deputado estadual, Helio de Sousa”.

O deputado lembrou que, somadas às 500 unidades habitacionais do Jardim do Cerrado, outras 500 casas foram entregues recentemente na cidade. “Mil casas juntas, representam quase uma cidade. Uma grande cidade pode estar nascendo somando-se a Goianésia”, destacou o deputado, que também fez menção ao IML de Goiás, “que vai trazer dignidade para a população de Goianésia”. 

Ao comentar a importância da reconstrução de 33 quilômetros da GO-338, que liga Goianésia ao distrito Juscelândia, Thiago Peixoto narrou a ocasião em que foi convidado pelo diretor-presidente do Grupo Jalles Machado, Otávio Lage de Siqueira Filho, para uma festa da empresa no distrito. “Eu sabia que o Otavinho era um grande gestor público, um grande das suas empresas, mas não sabia que ele era um grande dançarino de forró. Dançou forró à beça lá”, elogiou. “Outra história bonita de Juscelândia – essa uma história de amor, vou deixar para o governador contar”, comentou, ao fazer referência ao início do namoro de Marconi Perillo com a primeira-dama do Estado, Valéria Perillo, que começou em Juscelândia.

“Foi aqui em Juscelândia que comecei a paquerar a Valéria, minha esposa, em 1986. E quando vim aqui, era uma estrada muito ruim. E, desde aquela época, pensei: “Um dia poderia asfaltar essa estrada. Quis Deus e o destino que me trouxe aqui hoje para inaugurar esta estrada com três faixas para garantir o bom escoamento da produção e o bom tráfego”, afirmou Marconi, ao fazer menção à GO-338, que recebeu R$ 48 milhões e 400 mil em investimentos do Programa Goiás na Frente.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA