marconi perillo 18 canto da primavera pirenopolis foto eduardo ferreira 0Ao abrir na noite desta quarta-feira, 27, a 18° edição do Canto da Primavera, em Pirenópolis, o governador Marconi Perillo destacou o sentimento de realização ao constatar que o festival atingiu sua "maioridade e maturidade", graças aos investimentos constantes realizados ao longo de todos esses anos. "Não é qualquer governo de Estado que investe R$ 50 milhões por ano em cultura, por meio de leis e fundos. Cultura é investimento, não é jamais um gasto, ou uma despesa. É um compromisso sagrado que eu tenho. Sempre valorizei e amei a cultura. Ao longo do tempo, procurei valorizar mais e mais a cultura goiana", declarou.

A abertura foi realizada no Cine Pireneus, com transmissão ao vivo pelas redes sociais do Governo de Goiás (www.facebook.com/GovernodeGoias), pelo portal de notícias Goiás Agora (www.goias.gov.br) e pela página do governador no Facebook (www.facebook/marconiperillo).  Mantendo a tradição, a Banda Fênix, de Pirenópolis, abriu o evento. 

O Canto da Primavera deste ano homenageia os 290 anos da cidade de Pirenópolis. São 30 atrações goianas, dentre elas, quatro de Pirenópolis; oito atrações nacionais e 12 oficinas. O festival vai até o dia 8 de outubro. Os shows serão no Cavalhódromo de Pirenópolis e no Cine Pirenéus. A programação completa pode ser acessada no site da Seduce: www.cantodaprimavera.seduce.go.gov.br. O investimento do governo estadual no festival deste ano é da ordem de R$ 1,9 milhão. 

Marconi ressaltou que o Canto da Primavera é a demonstração inequívoca do compromisso de seus governos com a cultura e com as artes. "O legado que deixamos nestes 18 anos é um portfólio de investimentos e de valorização da cultura e dos artistas goianos. O Canto da Primavera foi um programa que criamos justamente para promover o desenvolvimento do setor da cultura, e 

para garantir a preservação desse patrimônio material e imaterial de Pirenópolis e de Goiás", enfatizou.

"Patrimônio materializado na música, no folclore, na arquitetura e nas demais artes. Quando resolvemos criar esse festival ouvimos Pompeu, Ita e Alaor, e tantos outros ícones da cultura pirenopolina", completou, ressalvando que o Canto da Primavera promove, também, a movimentação do turismo. "Pessoas vêm de todos os cantos de Goiás e do Brasil para assistirem ao espetáculo de cantores e artistas de altíssimo nível e qualidade", observou. Marconi lembrou que em suas gestões o Cine e o Teatro Pirenéus foram restaurados, bem como a Igreja Matriz de Pirenópolis. 

Secretária estadual de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira afirmou que Goiás vive hoje os frutos de investimentos continuados na área da cultura. "Todas as esferas da cultura goiana são reconhecidas nacional e internacionalmente. Em todas as áreas temos tido êxito, graças ao compromisso do governador Marconi", frisou.

Prefeito de Pirenópolis, João do Léo (DEM), agradeceu a Marconi pelo carinho, apoio e tamanha dedicação e investimentos em Pirenópolis e na área da cultura. O músico Ricardo Leão fez a apresentação de hoje do festival. Participaram do evento o superintendente de Ação Cultural Nasr Chaul, parlamentares e autoridades políticas da região.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA