marconi perillo montes claros Mesmo sob chuva forte, o governador Marconi Perillo foi recebido com entusiasmo nesta quarta-feira, 27, por mais de 400 moradores de Montes Claros para a assinatura do convênio entre o Governo de Goiás e a Prefeitura para liberação de recursos do Programa Goiás na Frente. "Hoje é dia de agradecer muito a Deus pela chuva, afirmou Marconi, que destacou o caráter de parceria e municipalismo do Goiás na Frente. "Fazemos política de paz. Tem muita gente que xinga muito e não faz nada", afirmou o governador durante o ato administrativo, realizado no Sindicato Rural.

O município é administrado por Antônio Cícero, do PMDB, cujo vice, Deusimar Pezão, é do DEM. Apesar de integrarem partidos de oposição ao governo estadual, ambos destacaram o caráter municipalista da administração de Marconi, que,  acompanhado pelos deputados estaduais Jean Carlo e Helio de Sousa, formalizou convênio para repasse de R$ 1 milhão para realização de obras de pavimentação das ruas de terra e recapeamento das vias que necessitam de manutenção.

O governador destacou o caráter de paz que move sua maneira de fazer política. "O povo não quer saber de briga política, quer saber de resultado. Eleição terminou, todo mundo tem que estar junto pelo bem da cidade, pelo bem da cidade. Nossa política é de paz, não é de guerra. Não é de vir aqui e xingar os outros. Tem muita gente que xinga muito, mas não faz nada", afirmou, sob aplausos.

“Isso é tão importante. No Brasil, o único governador que tomou iniciativa municipalista foi Marconi Perillo. Ele não tem sigla partidária”, agradeceu o prefeito peemedebista, que afirmou ter notado entre os colegas gestores de outros municípios um sentimento parecido com o dele. “O recurso chega em uma hora muito boa, porque o País está em uma situação muito difícil, em uma crise pesada. Onde andamos, vemos prefeitos com dificuldades e esse benefício chegando, vai gerar renda, porque vai ter emprego e isso é importante demais. Estou satisfeito. Se não fosse essa parceria, não sei como estariam os municípios goianos hoje”, avaliou.

Para o vice-prefeito, Deusimar Resende Borges “Pezão”, filiado ao DEM, partido que, assim como o PMDB, também faz oposição ao governo estadual, Marconi faz uma gestão que classificou de “municipalista”. “Graças a Deus, Marconi não vê sigla partidária. A gente tem notado isso nele. É um governador empreendedor e veio para nos ajudar.”

Marconi destacou o fato de o Programa Goiás na Frente não fazer distinção sobre os partidos aos quais os prefeitos estão filiados. “Esta é uma agenda municipalista. Estamos ajudando os prefeitos que estão em dificuldades, prefeitos de todos os partidos”, sublinhou o governador. O governador afirmou que não faltarão recursos para realização das obras, pois já estão garantidos com a privatização da Celg. “O dinheiro já está na conta. O que não vai faltar são recursos para ajudar os prefeitos”, adiantou.

“Governador não olha cara, nem cor partidária”, ressalta o deputado Jean Carlo.

Presente na solenidade, o deputado estadual Jean Carlo afirmou que o Goiás na Frente “veio para ajudar a salvar nossos municípios”. “O governador não olha cara nem cor partidária. Tem espírito republicano”, elogiou. O deputado citou levantamento recente que aponta que 60% dos municípios "estão em dificuldade fiscal tremenda, com dificuldade para saldar suas dívidas” e que isso "dá um peso ainda maior à parceria do governo Marconi com os prefeitos.

Participaram também da reunião o deputado estadual Hélio de Sousa, o secretário de Estado Talles Barreto (fiscal das obras do Goiás na Frente), ex-prefeitos de Montes Claros e também prefeitos de Iporá, Santa Fé de Goiás, Diorama, Ivolândia e Adelândia.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA