Samuel Almeida foi à Câmara nesta terça-feira (Foto: Prefeitura de Goiânia)
samuel almeida foto prefeitura de goiania

O secretário de governo da Prefeitura de Goiânia, Samuel Almeida, responsável pela articulação política da gestão de Iris Rezende foi à Câmara Municipal prestar esclarecimentos relativos a declarações que ele teria dado dizendo que “vereador teria preço” e querendo “trocar cargo por voto”. O secretário também teria feito adjetivações a vereadores. Ele negou que tenha dado as declarações.

O requerimento solicitando a presença de Samuel Almeida na Câmara foi feito pelo vereador Jorge Kajuru (PRP). O secretário argumentou que não chamou ninguém de “idiota, burro”, ou outro adjetivo. As argumentações não convenceram o parlamentar.

“Jamais usaria palavras para denegrir qualquer vereador que aqui esteja. Em momento nenhum eu usei palavras que vereador teria preço, ou outro adjetivo. Nunca foi meu forte entrar no debate para denegrir a imagem de ninguém”, argumentou Samuel Almeida.

Paulo Magalhães (PSD) reclamou do posicionamento do secretário pela falta de definição em alguns pontos, como a indicação de um líder do prefeito. O parlamentar rebateu dizendo que o secretário teria sim usado as palavras. O secretário disse que o vereador talvez teria entendido errado.

Líder da Câmara

O presidente da Comissão Mista da Câmara, Lucas Kitão (PSL) questionou o por que até o momento ainda não haver uma definição sobre o líder do prefeito no Poder Legislativo. A resposta de Samuel Almeida, é por conta da pluralidade partidária na Câmara.

“Há uma dificuldade por conta da pluralidade da base. A participação de partidos é bem complexa. O prefeito quer fazer uma análise bem aprofundada para aí sim fazer a definição de seu líder”, justificou

Secretaria Legislativa

Anselmo Pereira (PSDB) sugeriu a recriação da Secretaria Legislativa para que conflitos fossem evitados entre os poderes: Executivo e Legislativo. Samuel Almeida não respondeu se levará a sugestão será levada ao prefeito.

Mesa Diretora

Samuel Almeida foi questionado sobre a interferência dele na eleição da Mesa Diretora da Câmara. Ele afirmou que não, que foi apenas um conselheiro de alguns vereadores que ele tem amizade.

Secretário não atende vereadores.

Uma grande reclamação foi quanto ao atendimento de secretários com vereadores. A campeã de reclamações foi Fátima Mrué da área da Saúde. Parlamentares da base e oposição cobraram do secretário Samuel Almeida providências quanto ao tema.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA