Zander Fábio continua afastado pela justiça (Foto: Samuel Straioto)
zander fabio foto samuel straioto

A direção da Câmara Municipal de Goiânia ainda não decidiu se fará a convocação do suplente do vereador Zander Fábio (PEN), afastado por ordem judicial, após ser denunciado pelo Ministério Público na Operação Multigrana, que visou apurar desvios de recursos nas bilheterias do Mutirama e Zoológico. O suplente é Carlos Soares (PT). O presidente da Câmara, Andrey Azeredo, explicou que aguarda análise da Procuradoria Geral da Casa para se manifestar.

O parlamentar tomou como base recente afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG), e o suplente dele não assumiu o cargo. Andrey Azeredo disse que tudo está sendo analisado pela procuradoria da Câmara, incluindo um pedido feito por Carlos Soares para assumir o mandato de vereador. Zander Fábio foi afastado pela justiça, após ser denunciado pelo Ministério Público na Operação Multigrana, que procurou apurar possíveis irregularidades nas bilheterias do Mutirama e Zoológico.

“O processo que foi protocolado em razão da decisão judicial, que determinou o afastamento do vereador Zander, que está afastado, foi enviado a Procuradoria da Câmara que está fazendo a análise. Não é um assunto pacífico no Brasil, até porque temos precedentes recentes no Senado e na Câmara. O senador Aécio Neves foi afastado e o suplente não foi chamado. Há uma discussão jurídica. A partir do momento que a Procuradoria concluir a análise será encaminhado à presidência para que possamos tomar pública a decisão final. Ontem foi apresentado um pedido e lido em plenário uma solicitação do suplente Carlos Soares para que ele venha tomar posse. Esse pedido foi levado a procuradoria para que também seja feita a análise”, explicou.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA