O governador Marconi Perillo divulgou, nesta tarde, nota de pesar pelo falecimento do ex-prefeito de Goiânia, Nion Albernaz, que morreu hoje às 15 horas, em decorrência de falência de múltiplos de órgãos, em sua residência.  Marconi decretou luto oficial de três dias, e disponibilizou o Palácio das Esmeraldas para o velório, marcado para iniciar às 22 horas.

“Foi com profunda tristeza que recebi, na tarde de hoje, a notícia de falecimento do meu grande amigo, ex-prefeito de Goiânia Nion Albernaz. Meu exemplo de altivez, otimismo e  da gestão moderna e eficiente. Estamos consternados com a perda de um dos homens públicos mais brilhantes do nosso Estado, de um professor excepcional, gestor extremamente competente, e de um ser humano exemplo de retidão”, afirmou o governador.

Marconi lembrou a trajetória da vida pública do ex-prefeito e ressaltou que Nion foi inteligência fundamental para a vitória de suas campanhas políticas e para implantação da administração compartilhada com Organizações Sociais (OSs) no setor da Saúde, em Goiás. “Despeço-me do meu grande amigo, professor e mestre com uma enorme sensação de perda e de tristeza, mas com a esperança de que logo elas sejam transformadas em saudade e na gratidão eterna a Deus por ter nos permitido a convivência e o aprendizado com um homem de admirável caráter, inteligência e bondade”, declarou.

 

nota da Pesar do governador

Professor Nion: o prefeito dos Jardins e das flores. O melhor prefeito da Capital

Foi com profunda tristeza que recebi, na tarde de hoje, a notícia de falecimento do meu grande amigo, o ex-prefeito de Goiânia Nion Albernaz. Meu exemplo de altivez, otimismo e  da gestão moderna e eficiente. Assim como os familiares e amigos do professor Nion; Valéria, minhas filhas, eu, e, certamente, todos os goianienses, estamos consternados com a perda de um dos homens públicos mais brilhantes do nosso Estado, de um professor excepcional, gestor extremamente competente, e de um ser humano exemplo de retidão.

Decretei Luto oficial por três dias e ofereci o Palácio das Esmeraldas para a realização do velório e todas as honras altamente merecidas, pelo idealista e homem de Estado que foi o Professor Nion.

Nion vinha enfrentando, há algum tempo, problemas de saúde sempre com muita resignação e coragem. Na última vez em que o visitei no hospital, acompanhado de Valéria e minhas filhas Isabella e Ana Luísa, no mês de julho, demonstrou o carisma e a bondade que sempre foram algumas de suas melhores características.

Antes de se tornar o competente gestor que administrou e cuidou de Goiânia por três mandatos, Nion foi o jovem que se formou em Economia pela Universidade Federal de Goiás, em 1954, e em Engenharia Civil pela Universidade Católica de Goiás, em 1959. A dedicação e o comprometimento de Nion com o conhecimento e com o ensino o transformaram no querido “Professor Nion”, que lecionava mesmo já atuando ativamente na vida pública. A propriedade com que ensinava e o afeto transmitido aos seus alunos o eternizaram professor.

Professor é, sem dúvida, a palavra que melhor definiu Nion por toda a sua vida. Professor de ética, de competência, de qualificação, de caráter. De humanidade e de modelo de gestão pública.

Nion iniciou a vida pública ao ser eleito vereador por Goiânia pelo PSD, 1956. Sete anos depois, foi nomeado diretor-geral da UFG e, pouco tempo depois, Secretário Municipal de Fazenda de Goiânia. Paralelo ao cargo, também exerceu a presidência da Companhia de Habitação de Goiás.

Retornou à Secretaria de Fazenda do município de Goiânia em 1979. Com a eleição de Iris Rezende ao governo do Estado no ano de 1982, Nion foi nomeado prefeito de Goiânia, cumprindo o seu primeiro mandato, de 1983 a 1986, quando se candidatou a deputado federal e foi eleito sendo o mais votado de Goiás, para a Assembleia Nacional Constituinte.

Nion venceu as eleições para prefeito de Goiânia em 1988, e retornou ao cargo em 1996, quando venceu a disputa pelo PSDB. Durante suas gestões, Goiânia viveu um período de considerável melhoria de sua infraestrutura, com asfaltamento de diversos bairros; e também de arborização, e construção de praças públicas. Suas administrações foram marcadas, ainda, pelo apoio às representações classistas.

Nion foi o prefeito da urbanização, da inclusão social, do Programa Trabalhando com as Mãos. Prefeito das praças, dos jardins por todos os cantos, de todas as avenidas de Goiânia. Prefeito da infraestrutura, prefeito das flores. O melhor prefeito da história da Capital.

Sem o estímulo, apoio sincero e convicto, lealdade verdadeira, forte determinação e a liderança inconteste do professor Nion, eu não teria uma aliança forte e a menor condição política de me tornar candidato único da oposição e vencer as eleições para governador em 1998, e as subsequentes.

Nos últimos anos, Nion nos ajudou a coordenar nossas campanhas políticas, emprestando com muita humildade suas experiências e inquestionável sabedoria, fundamentais para a construção dos nossos principais projetos administrativos. Foi inteligência fundamental no processo de implantação da administração compartilhada com Organizações Sociais (OSs) no setor da Saúde em Goiás. Até poucos meses atrás,  Nion se dedicou incansavelmente à melhoria da Saúde em nosso Estado, atuando voluntariamente como presidente de todos os conselhos de excelência de gestão dos hospitais públicos do governo estadual.

Nion Albernaz nunca se furtou de seu maior ofício: trabalhar em prol do desenvolvimento da Capital e do nosso Estado. Despeço-me do meu grande amigo, professor e mestre, com uma enorme sensação de perda e de tristeza, mas com a esperança de que logo elas sejam transformadas em saudade e na gratidão eterna a Deus por ter nos permitido a convivência e o aprendizado com um homem de admirável caráter, inteligência e bondade.

Rezo para que os familiares e amigos sejam providos de força e de muita fé para suportarem tamanha dor. Abraço carinhosamente Dona Geralda  Goiazira Borges Pinto, e seus filhos Marcelo, Adriana, Luciana e Bruno Jaime Albernaz. Estejamos juntos e sejamos resilientes e fortes, como nosso professor Nion nos ensinou.

Marconi Perillo

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA