marconi perillo colinas do sul O governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton estiveram na manhã desta quinta-feira (31) na cidade de Colinas do Sul, município de quatro mil habitantes, localizado na Chapada dos Veadeiros, a 480 quilômetros de Goiânia na divisa com o Distrito de São Jorge, onde a Agetop executa duas das mais importantes obras rodoviárias no Estado através do programa Goiás na Frente; as pavimentações das GOs 132 e 239, rodovias que integram as regiões Norte e Nordeste. Marconi contabiliza investimentos de R$ 500 milhões do Governo de Goiás em obras rodoviárias na região, de 2011 para cá.

Ambas as rodovias são consideradas as mais caras em execução devido à topografia da região, onde predominam serras e vales. Também por isso, segundo o governador Marconi Perillo, serão duas das mais bonitas rodovias do Estado.

Colinas será um dos municípios mais beneficiados com os investimentos que estão sendo feitos em obras rodoviárias na região. Além de passar a ter ligação asfáltica com as duas regiões, ganhará com o aumento no fluxo de turistas para a Chapada dos Veadeiros e o lago Serra da Mesa, distante apenas oito quilômetros da cidade.

As obras, que foram vistoriadas pelo governador Marconi e o vice José Eliton durante deslocamento de Alto Paraíso a Colinas, estão em ritmo acelerado. O trecho do distrito de São Jorge, no município de Alto Paraíso, da GO-239 até Colinas do Sul, de 35 quilômetros, está praticamente pronto. De acordo com levantamento da Agetop, faltam apenas oito quilômetros para a conclusão da obra.

A pavimentação segue de Colinas até Niquelândia, uma distância de 132 quilômetros, dos quais apenas 24 quilômetros ainda não receberam capa asfáltica. Esta é a rodovia GO-132, que liga Minaçu a Niquelândia, passando por Colinas do Sul.

Também de Colinas a Minaçu as obras estão em ritmo acelerado. Dos 90 quilômetros que separam as duas cidades, cerca de 21 quilômetros ainda não têm asfalto. “Estamos diminuindo as diferenças regionais, investindo numa região que ao longo do tempo foi relegada a segundo plano”, declarou o vice-governador José Eliton.

O governador e o vice-governador, além de assessores do governo e lideranças regionais, estiveram em Colinas para assinar convênio com a Prefeitura no valor de R$ 1 milhão dentro do programa Goiás na Frente, recurso que o prefeito, Adriano Passos (PR), irá utilizar para obras de pavimentação urbana. “Estamos investindo na região mais de R$ 400  milhões, recursos que fazem parte do orçamento do Goiás na Frente”, lembrou José Eliton.

Só nas obras rodoviárias em andamento, de acordo com o governador e o vice, o Estado já investiu mais de R$ 500 milhões desde que as pavimentações foram iniciadas em 2011. “Essa ligação vai desenvolver o nosso município”, declarou o prefeito Adriano.

Ele destacou que o município estava recebendo mais de R$ 1 milhão do governo do Estado, ao levar em conta a liberação já concretizada de R$ 300 mil para investimento em obras de saneamento; R$ 200 mil para reforma do hospital municipal; R$ 170 mil para aquisição de uma ambulância, e R$ 350 mil para a compra de uma van e um ônibus. “Somando tudo dá mais de R$ 2  milhões”, salientou o prefeito ao elogiar governador  por ser “atuante e trabalhador”.

Ao prever que até o final do ano as três rodovias em obras na região estarão prontas, o governador disse que ainda este ano pretende entregar a ligação entre Colinas e São Jorge. Com esta rodovia pronta, Minaçu, segundo o governador, ficará mais perto de Brasília cerca de 100 quilômetros. “Vai ser importante também para o turismo e o comércio de Colinas”, salientou

O governador destacou que o compromisso dele e do vice José Eliton é o de apoiar o desenvolvimento de cidades que ao longo do tempo ficaram à margem do desenvolvimento. “O governo tem que priorizar regiões menos desenvolvidas, cidades que não foram beneficiadas no passado com os investimentos”, comentou.

Ao dizer que tem procurado transformar sonhos em realidade, Marconi recordou que há dez anos ninguém acreditava que Colinas do Sul pudesse ter todas essas rodovias asfaltadas. “Quando o asfalto estiver pronto, muita gente virá pra cá, trará investimentos, gerando emprego e renda”, concluiu.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA