marconi perillo educacaoO governador Marconi Perillo afirmou nesta quinta-feira (8/9), durante o quadro Pergunte, o Governador Responde, que o Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) de 2015 mostra que Goiás está no caminho certo e que a qualidade do ensino vai melhorar ainda mais no Estado nos próximos anos. Os resultados do Ideb 2015, divulgados hoje (8), trazem Goiás no seleto grupo das quatro unidades da federação (de um total de 27) que cumpriram as metas estabelecidas para o Ensino Médio, com nota 3,8, o que garantiu ao Estado a 2ª posição no ranking nacional.

"Agora é trabalharmos duro para que possamos chegar ao próximo Ideb em uma situação melhor ainda. Muito obrigado e parabéns a todos os envolvidos", disse Marconi, ao responder as perguntas feitas pelos seguidores de suas redes sociais para o Pergunte, o Governador Responde. "Goiás continua entre os estados com a melhor Educação do Brasil e vamos melhorar ainda mais nosso ensino", afirmou Marconi ao responder perguntas de internautas.

"Apesar da greve que tivemos, que prejudicou muito o fluxo dos alunos, nós ficamos em primeiro ou segundo lugar. Ficamos em segundo lugar no Ensino Médio, perdendo apenas para São Paulo e Pernambuco", disse o governador, que atribuiu o resultado à atuação cojunta da equipe da Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte, liderada por Raquel Teixeira, professores, pais e, "principalmente os alunos" da rede.

No Ensino Fundamental 2 (6.ª a 9.ª série), de responsabilidade do Estado, Goiás avançou e foi da 2ª posição (2013) para a 1ª colocação no ranking nacional do Ideb 2015, com nota 4,7 – em empate com Santa Catarina e São Paulo. A rede goiana superou a meta estabelecida para o Fundamental 2, que era de 4,5. No caso do Ensino Médio, Goiás atingiu a meta de nota 3,8 estabelecida pelo MEC.

No último Ideb, de 2013, Goiás conquistou o primeiro lugar no Ensino Médio e a segunda posição no Ensino Fundamental 2. Em 2009, antes do terceiro mandato de Marconi, o Ensino Médio ocupava a 16.ª posição no Ideb. Durante o terceiro mandato, o Estado passou à 5ª posição (Ideb 2011) e depois à 1.ª (Ideb 2013).

"Em termos de proficiência e de melhoria no ensino, nós melhoramos muito. No Ensino Fundamental 2 nós ficamos em primeiro lugar. No Ensino Fundamental 2 e no Médio ficamos nos primeiros e segundos lugares", afirmou o governador. "É motivo de comemoração o nosso esforço, com todos, a equipe da Seduce, com os diretores, secretários, professores, pais e, principalmente, os alunos", afirmou.


BUSCA