logomarcadiariodegoias2017

Solenidade ocorreu nesta quinta, 15. (Foto: Wildes Barbosa)
entrega de go marconi e jose eliton foto wildes barbosa

Os 16 quilômetros da Rodovia Estadual GO-154 entre Uruana e Carmo do Rio Verde, reconstruídos pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) com recursos do Goiás na Frente, foram entregues na manhã desta quinta-feira (15) pelo governador Marconi Perillo e o vice Zé Eliton e ampliam a integração rodoviária entre os municípios do Vale do São Patrício. "A obrigação do governo é cuidar das estradas. Temos sido rigorosos no cumprimento desse novo dever", disse o governador, ao entregar a estrada.

Os atos de inauguração ocorreram nos trevos de acesso as duas cidades com a presença de lideranças regionais e estaduais. Com a inauguração de hoje, Uruana passa a figurar entre os municípios que mais receberam investimentos em infraestrutura rodoviária do governo do Estado nos últimos anos. Recentemente, o governador Marconi esteve na cidade para inaugurar a reconstrução entre o município e Itapuranga, entre Uruana e a GO-070 e também a rodovia até Uruceres.

Ao inaugurar a reconstrução da GO-154, o governador Marconi Perillo e o vice, José Eliton entregam mais uma rodovia em perfeito estado de conservação para a região do Vale do São Patrício. Há duas semanas, com uma caminhada, Marconi e Zé Eliton inauguraram a pavimentação da GO-480, rodovia de 12,9 km que liga o município de Santa Isabel ao Distrito de Cirilândia, importante via de integração das microrregiões de Goianésia e Ceres.

A nova GO-154 foi reconstruída a um custo de R$ 5,97 milhões. A rodovia ganhou um novo asfalto e sinalização noturna, o que oferece mais segurança para os usuários. Além de dar tranquilidade aos motoristas que viajam entre as duas cidades, ela representa o melhor e mais econômico trajeto para quem demanda de Goiânia para cidades da região de Rubiataba.

A rodovia também encurta a distância para aqueles que trafegam pela BR-153 com destino a Goiânia. Através de rodovias bem conservadas e sinalizadas, o motorista tem a opção de chegar à capital através do trajeto que interliga as cidades de Ceres, Carmo do Rio Verde, Uruana, Taquaral, Itauçu e Goiânia. Para Uruana e Carmo do Rio Verde, a reconstrução da rodovia representa investimento na economia da região. As cidades são grandes produtoras agropecuárias com destaque para o cultivo de melancia, onde se localiza a maior área plantada da fruta do País.

"A obrigação do governo é cuidar das estradas. Temos sido rigorosos no cumprimento desse novo dever", declarou. Marconi disse que a rodovia é importante não só para o escoamento da produção agropecuária, "mas também para o cidadão que tem filho que vai para a escola, para os universitários que frequentam as faculdades da região. Todos precisam de estrada boa", garantiu ao relembrar que Goiás trabalha na reconstrução de mais de seis mil quilômetros de rodovias, o que o torna um dos estados que mais investem na conservação de sua malha rodoviária.

"Não paramos por causa da crise. O governo paga as suas obrigações em dia. Não houve um ano em que os servidores tenham ficado sem receber o décimo-terceiro salário no dia do seu aniversário. Tenho orgulho em dizer que fui o primeiro governador do Brasil a implantar essa prática", disse Marconi. O governador lembrou que "hoje apenas dois ou três govenadores pagam em dia", assim como conseguem manter em pleno funcionamento uma estrutura eficiente de saúde, segurança e educação "como temos feito em Goiás".

Ao destacar as parcerias com todos os prefeitos como uma marca de sua gestão, o governador afiançou que a prática será mantida por Zé Eliton, que assume o governo no dia 7 de abril. "O ritmo não irá mudar. Eu e o Zé Eliton trabalhamos juntos desde o primeiro dia do governo. Independente de sigla partidária, temos feito convênio com todos os prefeitos. São parcerias que demonstram o nosso republicanismo".

O governador reafirmou também que não falta dinheiro para o programa Goiás na Frente. "Os prefeitos que têm certidão estão recebendo as parcelas. Para aqueles que estão em dificuldade, nós estamos buscando alternativa para que não fiquem de fora, que possam arrumar asfalto e investir em outras obras".

Até o dia 7 de abril, quando irá se desincompatibilizar do cargo, Marconi disse que o Estado irá completar investimento de R$ 4,5 bilhões em obras. E completou dizendo que sairá do governo "com a cabeça erguida e com a sensação do dever cumprido. Poucos conseguiram tantos recursos para investir. Enquanto uns reclamavam nós trabalhávamos. É por isso que vamos terminar nosso mandato com tantas obras e realizações".

No pronunciamento que fez à população de Carmo do Rio Verde, o governador se disse feliz com os resultados que estão sendo colhidos pela administração estadual. Considerou que o sucesso da administração está na parceria. "Nossa força vem da nossa união, da nossa capacidade de aglutinação, da solidariedade que existe entre nós. Quando autoridades municipais, prefeitos e ex-prefeitos estão juntos, nossa força se agiganta", disse. Acompanharam Marconi nas atividades em Uruana e Carmo do Rio Verde também os prefeitos de Hidrolândia, Itapuranga, Itauçu, Ceres, São Francisco, Itaguaru, Rianápolis, Rubiataba, São Patrício e Jesúpolis.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH