logomarcadiariodegoias2017

(Foto: Goiás Agora)
rafael lousa juceg foto goias agora

A Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) teve um aumento no número de aberturas de empresas no ano de 2017. Neste ano foram registrados 20.001 novas empresas, enquanto 2016 foram registradas 17.036 empresas. O número representas um avanço de 17,3%, o que revela uma taxa de natalidade empresarial de 55 novas empresas/dia ou 2,2 empresas/ hora neste ano. Cidades como Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde e Caldas Novas lideram o ranking de novas inscrições em 2017.

De cada três empresas abertas, uma foi constituída por uma empresária. O número de mulheres à frente de novos negócios foi de 33% neste ano, contra a média de 29% registrada no ano passado. De acordo com o presidente da Junta Comercial, Rafael Lousa, 2017 foi um ano de superação. “Trabalhamos para melhorar e desburocratizar o ambiente de negócios em nosso Estado, com inovação e criatividade. O resultado está ai, com números satisfatórios, que foram além das metas que havíamos previsto”, avalia.  

O Programa Goiás Mais Competitivo e Inovador, instituído pelo governo estadual para melhorar a gestão pública, estabelecia uma meta de 15 mil aberturas de empresas para 2017. O resultado alcançado pela Juceg é 33,3% maior que o estipulado.

Estratégias

Por detrás destes números estão uma estratégia focada na gestão por resultados; a desburocratização do ambiente de negócios, com a virtualização de processos e a implantação de novas ferramentas digitais, como o Portal do Empreendedor Goiano e novos sistemas de atendimento e integração dos serviços públicos oferecidos pela Juceg.

Tudo isso contribuiu para que o tempo médio para constituição de uma empresa em Goiás fosse reduzido em 22 vezes. Em 2016, gastava-se em média 7,5 dias para abrir uma empresa. A partir de 2017, o prazo médio caiu para menos de 6 horas, sendo que, em 60% dos casos, é possível abrir uma empresa em até 2 horas.

Rafael Lousa considera que estes resultados foram possíveis pela união entre os esforços de inovação e simplificação empreendidos pela equipe da Juceg, com apoio de outros setores do Governo e sob a liderança do governador, somados ao espírito empreendedor do povo goiano que confiou no Estado e fez seus investimentos. “Certamente esta união produzirá ainda melhores resultados em 2018”, destaca.

Confira a tabela:

Empresas

2017

2016

Abertura

20.001

17.036

Encerramento

12.070

11.040

Saldo

7.931

5.996

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA