logomarcadiariodegoias2017

Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. (Foto: Divulgação/Site do Planalto)
henrique meirelles foto planalto presidencia da republica

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que há "uma boa possibilidade" de o CMN (Conselho Monetário Nacional) prorrogar o teto de R$ 1,5 milhão para os imóveis que podem ser financiados com FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Até fevereiro deste ano, o limite era de R$ 950 mil para quem desejava comprar imóveis em São Paulo, Minas Gerais, Rio e Distrito Federal. Nos demais Estados, o teto era de R$ 800 mil.

O limite para todos os Estados foi ampliado para R$ 1,5 milhão em decisão tomada pelo CMN em fevereiro, com validade até 31 de dezembro deste ano. O conselho se reúne nesta quinta-feira (21).

"Será analisado, há uma boa possibilidade ser prorrogado", disse o ministro, durante café da manhã com jornalistas.

O limite máximo dos juros das operações enquadradas nas regras do SFH (Sistema Financeiro de Habitação) é de 12% ao ano.

A ampliação do teto foi decidida para estimular a construção civil, que cortou 776 mil postos de trabalho com carteira assinada entre 2015 e 2016, e beneficiar a classe média. (Folhapress)

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA