marconi peillo missao comercial a espanha ceoe trem goiania brasilia 01A força da economia de Goiás, apesar da crise econômica brasileira, foi destaque nesta segunda-feira (23) do encontro entre a delegação do Governo de Goiás e investidores da Espanha, em Madrid. Durante reunião na Confederação Espanhola de Organizações Empresariais (CEOE), o vice-presidente da Comissão de Relações Internacionais da instituição, Julian Núñes, demonstrou que os espanhóis estão atentos aos movimentos da economia goiana e afirmou que o país observa que o Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás cresce acima da média nacional.

"O PIB de Goiás apresenta uma taxa de crescimento acima da média do Brasil. No último trimestre, o Produto Interno Bruto de Goiás cresceu quatro vezes mais que o nacional, confirmando a tendência de forte expansão da economia do Estado", disse Núñes. Já o presidente da Câmara de Comércio Brasil-Espanha, José Gasset, disse que Marconi é "um amigo do governo da Espanha" e "um grande conhecedor do Brasil, de suas potencialidades e desafios". Gasset destacou que a economia brasileira está em recuperação e que Goiás "é um Estado com excelentes oportunidades de investimentos

O embaixador do Brasil na Espanha, Antônio Simões, disse que Marconi exerce função estratégica para Goiás ao destacar as oportunidades de negócios e investimentos do Estado no exterior, afirmou nesta segunda-feira (23), em Madrid, o embaixador do Brasil na Espanha, Antônio Simões. Segundo o embaixador, o destaque dado pelo governador aos projetos de Parceria Público-Privada do trem de alta velocidade Goiânia-Brasília e da licitação da concessão da Ferrovia Norte-Sul demonstram a preocupação do governador com o crescimento econômico de Goiás e do Brasil.

"É muito importante que governadores e ministros do Brasil promovam missões comerciais para divulgar o novo momento da economia brasileira, que está em recuperação", afirmou Simões, durante reunião de trabalho na Embaixada do país na Espanha, no início da tarde desta segunda-feira. "Isso mostra um Brasil num outro momento econômico para os investidores espanhóis, para criar riqueza e empregos para a população brasileira", disse o embaixador, que ofereceu, na embaixada, um almoço entre a delegação do Governo de Goiás e investidores espanhóis.

O governador Marconi Perillo concentrou a agenda de trabalho da missão comercial do Governo de Goiás à Espanha, nesta segunda-feira, 23, na apresentação, para empresários e investidores, da Parceria Público-Privada (PPP) do trem da alta velocidade Goiânia-Brasilia e da concessão da Ferrovia Norte-Sul. Acompanhado do diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, Marconi disse, ao final do dia, que os empresários se mostram interessados nas propostas e que os projetos avançaram. As tratativas prosseguem nesta terça-feira, quando a delegação se reúne com a diretoria do Banco Santander.

"Tivemos hoje importantíssimos encontros aqui em Madrid, na Espanha. Conversamos sobre dois projetos muito importantes para Goiás e para o Brasil", disse Marconi, em vídeo gravado para seus seguidores nas redes sociais. "O primeiro é a operacionalização da Ferrovia Norte-Sul, que já está pronto há mais de três anos, eu vim junto com o diretor-geral da ANTT justamente para buscar parceiros que possam receber a concessão dessa ferrovia e colocá-la em operação. O outro é a vibilização da concessão do trem Brasília-Goiânia", detalhou.

Acerca da Norte-Sul, o governador disse que "até daqui a 30 anos a ferrovia deverá ter 26 milhões de toneladas transportadas, mas neste momento nós estamos apresentando aos espanhóis toda a modelagem dessa concessão que deverá ficar pronta no primeiro trimestre do ano que vem". "Ou seja, nós estamos trabalhando para tirar definitivamente a ferrovia Norte-Sul do papel", afirmou Marconi. O presidente da ANTT, Jorge Bastos, disse que a apresentação dos projetos para os investidores espanhóis é estratégica neste momento, já que as empresas do setor já concluíram a maior parte dos investimentos no setor no país europeu.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA