banco central 6 0

Depois de dar sinais de melhora em junho, o estoque de crédito e a concessão de empréstimos apresentaram queda em julho, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (24) pelo Banco Central.

A concessão de crédito caiu 12,6% em julho, na comparação com o mês de junho, levando em conta todas as categorias. Para pessoas físicas, a redução foi de 3,7%. Para empresas, a queda foi de 23,3% no mesmo período.

O chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Fernando Rocha, atribuiu o resultado a um comportamento sazonal.

"Temos observado na série histórica de crédito que, em julho, há tendência de redução nas concessões. O que observamos neste mês está de acordo com tendência de redução nas concessões", disse.

Questionado sobre quais são as explicações sazonais, Rocha afirmou que, entre os motivos, está o fato de que, com férias em julho, as pessoas têm menos tempo para "sacar recursos".

Estoque

O saldo das operações de crédito caiu 0,6% em julho, para R$ 3,06 trilhões. Nesse caso, o comportamento foi diferente entre empresas e consumidores.

"Na pessoa jurídica, há continuidade da redução; por outro lado, na pessoa física, os saldos estão em trajetória de crescimento", afirmou Rocha.

O estoque do crédito para pessoa física subiu 0,2% e o saldo dos empréstimos para pessoa jurídica caíram 1,4% no mesmo período. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA