logomarcadiariodegoias2017

Um hidroavião caiu em um rio de Sydney neste domingo (31). O acidente provocou a morte de seis pessoas que estavam em um voo para a comemoração do Ano Novo na cidade.

A polícia informou não saber a causa do acidente, nem as identidades dos cinco passageiros -o piloto foi a sexta vítima.

As investigações começaram com a escuta de testemunhas que estavam nos barcos em um dos dias mais agitados no local. Uma das testemunhas, Myles Baptiste, afirmou estava a 500 metros do hidroavião quando este atingiu a água e afundou no rio Hawkesbury, perto de Cowan, ao norte de Sydney.

A aeronave pertence a Sydney Seaplanes, que opera há 80 anos, em roteiro que inclui os principais cartões-postais da cidade, entre eles Opera House, ponte Harbour, Pittwater e a região do rio Hawkesbury

Reportagens na Austrália afirmam que quatro vítimas eram britânicos e que havia uma crianças entre as vítimas, embora não haja confirmação da polícia. De toda a forma, em Londres, o Gabinete das Relações Exteriores divulgou que estava em contato com as autoridades consulares em Sydney.

Policiais disseram que o hidroavião, usado por turistas como meio festivo para celebrar o Réveillon, estava retornando com o grupo de um restaurante à beira da água no norte de cidade e se dirigia rumo ao leste da cidade quando caiu na água, afundando imediatamente. (Folhapress)

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA