Natália foi eleita Miss Brasil em 2007 ( Reprodução: Miss Universo 2008)
miss brasil 2007 foto reproducao

Eleita a mulher mais bonita do Brasil em 2007, a ex-miss Natália Guimarães, 32, por pouco não foi trabalhar com o atual presidente dos EUA, o republicano Donald Trump, 71.

"Eu ia trabalhar com ele, mas tinha que finalizar o contrato com a organização do Miss Brasil. Acho que foi em novembro que eu tive essa reunião com ele e teria que esperar até abril, para ficar sem contrato nenhum e poder voltar para Nova Iorque [nos EUA] e trabalhar com ele", disse em entrevista ao programa "Sensasional", apresentado por Daniela Albuquerque na RedeTV!

"Mas, nesse meio tempo, conheci um senhor chamado Leandro [seu marido, da banda KLB] e fui convidada para fazer novela. Então para mim foi tudo perfeito, como se fosse um sinal mesmo", completa. A íntegra da entrevista vai ao ar nesta quinta (2).

Guimarães foi a vice colocada do Miss Universo 2007 quando Trump ainda era proprietário do concurso. Na época, a brasileira perdeu a disputa, que aconteceu no México, para a japonesa Riyo Mori.

A ex-modelo e Leandro estão juntos desde 2003 e são pais das gêmeas Maya e Kiara, que têm 4 anos.

POLÊMICA COM TATÁ WERNECK

Na semana passada, Guimarães não gostou de um comentário feito por Tatá Werneck, que apresentava o Prêmio Multishow.

Ao lado de Fábio Porchat, a humorista fez uma piada com o grupo KLB dizendo que eles não faziam mais parte do mundo musical e que dois integrantes tinham morrido.

A brincadeira não agradou a mulher de Leandro, que reclamou pelo Stories do Instagram -recurso de compartilhamento de fotos e vídeos que desaparecem em 24 horas.

"Tatá, eu amo você, assisto tudo o que você faz e o Porchat também. Mas ver vocês desdenhando daquela forma do KLB foi de partir o coração. Uma banda que vendeu mais de sete milhões de discos. Falar que não são mais da música? Falar que dois deles estão mortos?", disse Guimarães.

No dia seguinte, o comentário chegou até Werneck, que também respondeu pelo Stories.

"A Natália, que é gata num grau que não tem aqui na Terra, falou que a gente foi indelicado com os meninos do KLB. Eu queria te pedir desculpas, pois jamais foi minha intenção. Minha intenção realmente não era ofender eles, peço milhões de desculpas, não é vergonha pedir desculpas, vergonha é você usar de alguém e depois não reconhecer o erro. Mesmo. Sou muito fã, admiro muito, sei que eles são extremamente talentosos", disse Tatá.

Depois, Guimarães voltou ao Stories, desta vez para agradecer a retratação da humorista. "Que bom que meu coração não se enganou. Tatá, melhor pessoa."

(FOLHA PRESS)

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA