Milícias apoiadas pelos Estados Unidos retomaram controle da cidade síria de Raqqa, que estava dominada pelo grupo terrorista Estado Islâmico, divulgou nesta terça-feira (17) o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

As chamadas Forças Democráticas da Síria (FDS), que são milícias curdas e árabes apoiadas por uma frente internacional liderada pelos EUA, disputavam desde junho o controle da cidade contra o autoproclamado califado.

Testemunhas relatam que combatentes comemoraram nas ruas, entoaram slogans e hastearam uma bandeira no estádio de Raqqa.

A retomada da cidade é um duro golpe no EI, que chegou a proclamar Raqqa como sua capital na Síria. O local era um grande bastião do grupo terrorista, que realizou desfiles de comemoração após as vitórias conquistadas em 2014.

Foi ainda de Raqqa que o grupo teria orquestrado ataques terroristas no exterior.

O EI teve importantes perdas territoriais na Síria e no Iraque neste ano, incluindo sua posse iraquiana mais valiosa, a cidade de Mossul.

Leia mais:

 

 

 

 

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA